FaZe Clan tem os direitos de todas as streams e vídeos que Tfue já fez

Todos os direitos de propriedade intelectual pertencem à FaZe, de acordo com o contrato de Tfue.

Captura de tela via Tfue

O contrato de Turner “Tfue” Tenney com a FaZe Clan é ruim, segundo um dos donos do time, Richard “Banks” Bengtson. E a suposta recusa de Tfue de assinar contratos melhores que a FaZe ofereceu a ele pode ter consequências sérias para todo o conteúdo que ele criou enquanto parte do time.

A seção 4a dos Termos e Condições do contrato que saiu no The Blast menciona direitos à propriedade intelectual das criações de Tfue. Ela diz que tudo que Tfue criar como serviço para a FaZe é propriedade vitalícia da empresa em qualquer formato, e que a FaZe tem o direito de fazer o que quiser com o conteúdo. Para conteúdo que não é parte dos serviços à organização, Tfue também dava todos os direitos “sem direito a revogação”.

Isso significa que toda stream da Twitch ou vídeo do YouTube que Tfue tenha feito enquanto era parte da FaZe Clan é propriedade do time, não dele. Do ponto de vista legal, o time pode fazer o que quiser com o conteúdo, incluindo adicionar mais informações a ele e removê-lo da plataforma. Apesar de não mostrar intenção de fazer isso, a FaZe poderia, legalmente, tirar do ar todos os vídeos que Tfue já publicou no YouTube desde que entrou no time ou fechar seu canal da Twitch.

Mesmo que uma situação tão extrema seja improvável, a existência desses termos no contrato de Tfue pode ser a prova que o jogador precisa para apoiar suas queixas de que a FaZe oferecia um contrato “opressor”. Ainda não se sabe ao certo se outros contratos que a FaZe supostamente teria oferecido a Tfue também tinham esse termo.

Se o contrato for tido como ilegal, como Tfue e seus advogados pedem no processo contra a FaZe Clan, esses termos serão anulados. As duas partes provavelmente precisarão entrar em um novo acordo sobre os direitos de propriedade intelectual sobre as criações de Tfue, o que não significa necessariamente que o jogador seria o único dono delas.

Por enquanto, porém, a FaZe tem o controle completo de tudo que Tfue criou e publicou desde sua entrada no time.

Artigo publicado originalmente por Bhernardo Viana em inglês no Dot Esports no dia 24 de maio.