8 DE março DE 2018 - 18:44

PUBG receberá mapa, veículos, armas, e emotes novos em 2018

A PUBG Corp. revelou um planejamento sobre o que esperar deste ano.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Bluehole, Inc.

Brendan "PlayerUnknown" Greene enfim falou de vez sobre o que esperar em PlayerUnknown's Battlegrounds este ano, e há muitos motivos para os jogadores ficarem animados no planejamento.

Tudo é um trabalho em andamento e está sujeito a alterações, mas alguns detalhes foram mostrados. A primeira e mais empolgante novidade é a confirmação de um novo mapa da ilha de dimensões quatro por quatro quilômetros, assim como outro novo mapa de oito por oito quilômetros. Os mapa quatro-por-quatro é metade do tamanho de Erangel e Miramar, então esse desing muito menor deve resultar em "uma experiência de Battle Royale muito mais intensa e de ritmo mais acelerado", de acordo com a PUBG Corp.

Imagem via PUBG Corp.

O mapa terá uma maior densidade de jogadores e partidas mais curtas, e o plano é que isso chegue às mãos dos jogadores no servidor de testes logo para ajudar a melhorá-lo e torná-lo uma experiência melhor em todos os sentidos.

Em breve também chegará ao servidor de testes um novo sistema de emotes. A PUBG Corp. oferecerá novos emotes durante o ano, mas o teste da roda de emotes é o primeiro passo para adicionar este novo sistema ao jogo.

Novos modos de jogo também estão sendo feitos, mas a equipe está ainda "no começo quanto a melhorar todos os detalhes e especificidades", então não há nada prontos ainda. O que isso quer dizer? Como a fórmula do battle royale será mudada?

Como é de se esperar, novos veículos e armas também estão sendo feitos, e o blog exibiu uma nova arma 7.62 que chegará "em breve" ao servidor de testes.

Imagem via PUBG Corp.

Outras melhorias incluem várias Conquistas, uma lista de amigos no jogo e um chat de voz do esquadrão no menu principal. A PUBG Corp. também quer testar a penetração de bala em partes do corpo e veículos, assim como refazer todo o sistema de animação tanto para primeira quanto terceira pessoa.

Estabilidade, otimização e segurança ainda são a maior prioridade da PUBG Corp., e a batalha contra cheaters e hackers continua a cada dia.

“Não esquecemos sobre nossa responsabilidade principal com nossos jogadores, que é fornecer um ambiente estável, suave e seguro para desfrutar de uma ótima experiência de Battle Royale", Greene disse. “Nós continuamos nosso trabalho todos os dias para lutar contra cheaters, melhorar a estabilidade do servidor e otimizar ainda mais nossos servidores e clientes. É impossível resolver esses problemas de uma vez por todas, mas nossa meta é melhorar continuamente quanto a isso."

Imagem via PUBG Corp.

Em outro momento, a PUBG Corp. pretende aumentar os detalhes de sons de veículos no primeiro semestre de 2018, assim como alterar o som que o jogador produz enquanto se move de forma que corresponda ao equipamento que o jogador está usando.

Sobre o tema de esports, Greene diz que resta muito trabalho a ser feito, mas o sistema de replay 3D é a "chave" que permitirá que as organizações forneçam uma melhor cobertura de uma partida competitiva. Em 2018, a PUBG Corp. quer melhorar ainda mais a ferramenta de espectador, mas também quer integrar um sistema de replay para uso durante as partidas.

“Sério, não chegamos lá ainda, mas vamos chegar," Greene disse. “Graças às incríveis respostas que vieram da comunidade de jogadores e do cenário profissional, acreditamos que estamos no caminho certo. Nós queremos mesmo construir uma grande base para os esports de Battle Royale, e enquanto nós temos visto alguns grandes eventos já usando o nosso jogo, temos muito trabalho a fazer, especialmente com relação ao modo de espectador."

Ainda sobre o mesmo assunto, jogos personalizados ainda serão ampliados para permitir mais controle e pequenos recursos positivos que ajudem na experiência, como salvar pré-definições, com planos para expandir o acesso a um público maior.

Por fim, Greene disse que a equipe irá introduzir o Portal do Desenvolvedor PUBG, que dará acesso à API do jogo para "apoiar os desenvolvedores na comunidade ao fornecer dados de jogadores e partidas no desempenho do jogo."

Até agora, isso é tudo que Greene e a PUBG Corp. estavam dispostos a falar, mas ainda há mais conteúdo e planos na linha de produção, então podem haver mais adições ao planejamento conforme 2018 segue. É um bom dia para os jogadores de PUBG.

Próximo Artigo