3 DE abril DE 2018 - 20:23

Situação com atirador em atividade está em andamento na sede do YouTube em San Bruno, Califórnia

A polícia confirmou atividade no endereço do YouTube.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Foto via BrokenSphere/Wikimedia Commons

Múltiplas viaturas de polícia estão atuando na sede do YouTube após relatos de uma situação com atirador em atividade no campus.

A polícia de San Bruno confirmou no Twitter que há atividade policial na 901 Cherry Avenue, o endereço da sede do YouTube. "Estamos respondendo a um atirador em atividade," a polícia de San Bruno escreveu no Twitter às 17h28. "Por favor, mantenham distância da Cherry Ave e Bay Hill Drive." A polícia disse ao Dot esports que sua conta no Twitter se manterá atualizada com informações.

O gestor municipal da cidade de San Bruno disse à Dow Jones que não há mais ameaças na sede do YouTube. O Hospital Geral de San Francisco confirmou que está recebendo pacientes vindos da situação com um atirador em atividade, de acordo com a CBS San Francisco.

Brent Andrew, o porta-voz do Hospital Geral de San Francisco, disse em uma coletiva de imprensa que o hospital recebeu três pacientes vindos do tiroteio; duas mulheres e um homem. O homem está em estado crítico, enquanto uma mulher está em um bom estado e outra em estado grave.

Um porta-voz do Hospital de Stanford disse ao Buzzfeed News que recebeu de quatro a cinco pacientes do tiroteio.

O número exato de feridos ainda é desconhecido, mas informações vindas do sistema de rádio da polícia sugerem que podem haver até 37 pessoas feridas.

Um gerente de projeto no YouTube descreveu a situação no Twitter. “Estávamos sentados em uma reunião e, em seguida, ouvimos pessoas correndo o chão fazia barulho,” Todd Sherman disse. “Primeiro pensei que era um terremoto".

“Eu olhei para baixo e vi gotas de sangue no chão e escadas,” Sherman acrescentou . “Espiei procurando algo perigoso e, em seguida, fomos no andar de baixo e saímos pela frente."

A estimativa é de que 1700 funcionários trabalhem na sede do YouTube em San Bruno, de acordo com a ABC News.

Este é o primeiro caso de tiroteio em massa na história a envolver uma empresa filiada à Google e Alphabet.

A situação ainda está acontecendo. Atualizaremos esta história à medida que mais informações chegarem.


Próximo Artigo