19 DE Dezembro DE 2017 - 22:41

Veja os melhores campeões da selva de LoL

Os campeões da selva ranqueados da nata até o fundo do poço.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Riot Games

Está na cara que alguns campeões em League of Legends são simplesmente mais forte que outros.

Para os caçadores (junglers), há diversos fatores a se considerar ao definir que campeões são os melhores. A característica mais importante, e também a mais óbvia, é se o campeão pode ser bom para gankar e garantir abates ou ajudar seus aliados a chegar neles. No entanto, é antes do jogo que as coisas se complicam. A velocidade para limpar a selva, o quanto conseguem pressionar com invasões e mobilidade no macro são fatores que precisam ser avaliados para se manter no páreo contra o caçador oponente. Os melhores campeões da selva são aqueles que conseguem fazer tudo isso.

A lista dos campeões de primeira classe pode mudar de acordo com muita coisa. Algumas vezes o meta parece mudar sem motivo além do gosto dos jogadores, mas em geral algum tipo de balanceamento acontece, seja pequeno ou radical, e é isso que está por trás dessa mudança repentina. Pode ser difícil se manter em dia com os campeões que estão nos seus quinze minutos de fama, então vamos te ajudar nessa missão.

Aqui está nossa lista recente dos melhores campeões da selva em League of Legends.

Classe Um

Os campeões nessa classe são os mais forte no meta atual, e não é preciso muito esforço para atropelar pelas filas ranqueadas solo com eles.

Rammus

Esse tatu tem rolado de lá pra cá em Summoner's Rift, já que se beneficiou das novas runas mais do que a maioria dos caçadores tanques. A adição da runa Pós-choque e de outras do caminho da Determinação o dão a opção de ter uma vida muito alta e ainda causar uma quantidade absurda de dano. Com a vida da Determinação, ele também pode escolher fazer a Navalha Sangrenta como encantamento do item de selva em vez do Titã Ardente, o que maximiza o dano da sua passiva sob contato.

Shyvana

Falando das novas runas, a Shyvana está livre, leve e solta usando elas. Beleza, ela só é forte para valer nas etapas iniciais da partida, e ela com certeza aceitaria a ajuda de outro tanque na equipe para se tornar efetiva por completo, mas a maioria dos jogos termina antes que isso sequer importe quando ela é escolhida. A runa Pressione o Ataque dá a ela tanto dano que ela pode tentar se focar em virar um tanque o quanto quiser e ainda assim atropelar os oponentes.

Vi

A Defensora de Piltover finalmente fez sua volta triunfal na lista dos melhores das partidas solo. Fazia meses (até anos) que ela não era considerada uma personagem de topo de lista, e por conta de várias novas opções de builds com Pós-choque, Eletrocutar, Pressione o Ataque e outras runas, ela finalmente parece se sentir em casa. Dano alto, vida altíssima e mobilidade alta são características do meta, e quando se trata de caçadores, a Vi é a rainha dessas.

Udyr

É difícil imaginar o Udyr no topo de qualquer coisa que não seja o altar que o YouTuber gringo Trick2G deve ter para ele, mas ainda assim chegamos até aqui. O Udyr tem tido um impacto nulo no jogo desde que se foi a época da Lanterna de Wriggle. Por um momento, o Udyr de poder de habilidade (AP) foi um destaque razoável quando os Ecos Rúnicos foram introduzidos no início na temporada seis, mas agora ele está pra valer no meta. Não só isso, mas por conta das runas Predador, Pressione o Ataque e, ainda mais para os de coração forte, Colheita Sombria, o Udyr está em sua melhor forma.

Classe Dois

Os caçadores que estão na segunda classe mais poderosa precisam de um pouco mais de dedicação para funcionarem bem, mas com uma execução digna, eles podem carregar um jogo nas costas com tanta facilidade quanto os melhores.

Evelynn

A Evelynn é um caso um pouco estranho já que tem sido no mínimo muito boa, mesmo nos meses que antecederam sua reformulação. Após essa reformulação ser lançada, ela ainda é bem voltada ao nicho, apesar de estar um pouco mais forte, mas é muito mais divertida de se jogar. Mesmo sendo forte desse jeito, ela tem uma fraqueza com a qual a maioria dos assassinos não precisa se preocupar: ela fica bastante apagada até chegar ao nível seis. Se os campeões de rota conseguirem sobreviver sem ela até lá, ela vira quase um monstro.

Xin Zhao

Por um tempo, o Xin estava bem na ponta da tabela dos melhores caçadores, mas recebeu tantos nerfs nos meses passados que tropeçou alguns degraus. A boa notícia é que é provável que ele não seja modificado mais uma vez por algum tempo, e ele ainda é bem forte, mas não o suficiente para entrar no reino dos OP. Seus ganks são de aterrorizar, e suas vítimas são quase sempre forçadas a usar o Flash só para escapar dele nesse momento. Infelizmente, é muito fácil fazer kite contra ele com atiradores (ADCs) com alta mobilidade, que é o que não falta no momento.

Sejuani

A Sejuani cavalgou rumo às altas posições da tabela dos caçadores na maior parte dos últimos seis meses, mas escorregou após uma sequência de nerfs. Ainda assim, ela se mantém uma escolha muito forte. Sua única desvantagem agora é que ela é um escudo vivo que não causa mais tanto dano quanto outros escudos vivos semelhantes do meta, como Rammus, mas sua quantidade insana de controle de grupo a mantém em jogo.

Warwick

O Warwick se manteve quase intocado desde sua reformulação total no início de 2017, o que é uma coisa boa. Significa que ele está bem balanceado em geral, mas não deixe isso te afastar. Isso não significa que ele não é mais forte que a maioria dos outros caçadores. Ele é um tanque colossal e ainda consegue causar um bom estrago com seu dano. Para a tristeza de alguns, aprender a jogá-lo com habilidade é um pouco mais difícil que com tanques como Rammus ou Sejuani, o que o torna um pouco mais complicado na hora de fazer a escolha. Ainda assim, ele vale a pena no final.

Jax

O Grão-Mestre das Armas é um dos hyper-carry de emboscada mais padrão do jogo, mas ele não tem tido tanta popularidade em Summoner's Rift já faz algum tempo. Então, assim como Vi e Udyr, ele finalmente dá a impressão de ser uma alternativa forte depois que as novas runas foram introduzidas. O estranho é que essa não é sua típica função, a da rota do topo, mas sim na selva. Pressione o Ataque e a árvore de runas de Precisão dão velocidade de ataque e poder aos ganks de Jax o suficiente para que ele seja muito mais forte nas etapas de início e meio de jogo, algo que o Jax do topo tem dificuldades em alcançar.

Jarvan IV

Como o príncipe coroado de Demacia, Jarvan está acostumado a ser o centro das atenções. Na selva, ele foi por muito tempo uma das escolhas mais populares tanto para os fãs de tanques quanto de dano, já que ele pode seguir esses caminhos de acordo com a ocasião. Alguns nerfs distribuídos durante a pré-temporada tornaram sua ofensiva um pouco menos forte, mas seu poder se mantém presente em grande parte.

Classe Três

Essa classe é interessante, já que os campeões nesse nível não são lá tão fortes no meta, mas se você aprender a jogar bem com eles, ainda conseguirá rodar eles para carregar as partidas. Isso pode exigir um pouco de esforço extra para se alcançar, no entanto.

Kha'Zix

O Kha'Zix foi bem poderoso durante o primeiro semestre de 2017, mas caiu em rendimento quando o meta de tanques começou logo depois desse período. Agora que as runas foram refeitas, os personagens que causam dano e assassinos na selva estão voltando do esquecimento para competir com os tanques, e o Kha'Zix é um dos melhores. Com o meta de letalidade aparentemente de volta, o insetão parece melhor do que estava no meio do ano, mas é preciso uma habilidade considerável para jogá-lo corretamente e superar na mecânica os vários tanques populares do jogo.

Shaco

O palhaço bizarro está de volta também graças às runas e ao meta de letalidade. Os tanques ainda parecem ser os mais requisitados, mas o Shaco ao menos volta a parecer ao menos viável entre eles. Assim como Kha'Zix, é um pouco difícil comandar lutas em equipe que envolvam quantidades grandes de vida ao se usar o bufão demoníaco, então é preciso tempo e paciência para pegar o jeito com ele. Mas assim que você conseguir, ele é uma alternativa divertida se você pretende jogar como assassino.

Kindred

Pela primeira vez desde seu lançamento, os Kindred estão no meta. O motivo? Claro, as runas. Os Kindred foram remodelados na metade do ano para atuarem mais como atiradores tradicionais, o que significa que eles iriam subir seu dano de ataque (AD) em torno de acertos de golpes e buffs de velocidade de ataque, mas infelizmente fazer o encantamento Guerreiro de itens da selva não os deu velocidade de ataque suficiente para limpar as criaturas com eficiência. A árvore de runas de Precisão os dá velocidade de ataque, e mesmo que estejam longe de ser os melhores caçadores do jogo, os Kindred são muito divertidos e com certeza fortes o suficiente para serem escolhidos.

Ivern

A árvore serelepe passou por um ano difícil, que começou como o rei da selva até se tornar uma trapalhada totalmente inviável após vários nerfs. Ele recebeu buffs na atualização 7.24 e agora é bem decente de novo, o que é o melhor que poderíamos esperar. Se assumirmos que ele vai ficar mais ou menos no mesmo patamar de poder, Ivern poderia se manter como uma opção balanceada para qualquer um que busca fazer a selva com um estilo bem focado em dar suporte.

Amumu

Em último na lista está a múmia triste, Amumu, que esteve por aí nessa lista ao longo de todo o ano. Ele é um ótimo campeão para acompanhar magos de controle com magias em área para tirar o máximo de sua passiva, que converte o dano mágico recebido por seus inimigos em dano verdadeiro. Sua velocidade base é um pouco baixa e é fácil atacá-lo sem tomar dano em troca, mas se você precisa de um tanque em uma equipe com campeões fortes de dano de habilidade, há poucos tão bons quanto ele.

compartilhamentos
Próximo Artigo