8 DE junho DE 2018 - 14:44

Alterações em Tess Greymane de Hearthstone são revertidas após protestos da comunidade

Abaixem as armas, pessoal.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Blizzard Entertainment

A Blizzard agiu rapidamente para apaziguar a indignação da comunidade de Hearthstone e reverteu algumas mudanças feitas no início da semana.

Na terça-feira, uma nova atualização de Hearthstone mudou a forma como algumas cartas interagiram para buscar consistência. A atualização incluiu mudar Tess Greymane para que ela se comportasse como o Yogg-Saron de hoje em vez de como ele era antes do nerf.

O problema foi que isso ia contra o que o designer chefe do jogo Mike Donais tinha dito explicitamente antes do lançamento da carta. A comunidade não ficou feliz com essa redução e acusou a Blizzard de tentar forçá-la por debaixo dos panos. O Reddit e algumas personalidades da comunidade ficaram de cabeça bem quente com a situação.

E bem, a Blizzard ouviu às reclamações e reverteu a mudança. O limite de 30 cartas no Grito de Guerra será mantido, mas Tess irá se comportar como Yogg antes do nerf e invocará cartas mesmo se for removida de jogo.

“Depois de ouvir aos comentários sobre a mudança", o gerente de comunidade Jesse Hill disse nos fóruns do jogo. “consideramos de início oferecer um reembolso total em Pó Arcano por Tess. Também lemos os comentários dos jogadores que usam Tess em seus baralhos e pediram para ela ser revertida para sua antiga funcionalidade. Nesse caso, estamos de acordo que vale a pena sacrificar um pouco de coerência para que Tess seja mais divertida de se jogar, em especial porque nossa prioridade não era diminuir o nível de poder de Tess. Com isso em mente, em vez de oferecer um reembolso total de Pó Arcano e incentivar os jogadores a desencantar a carta, iremos reverter uma das mudanças em Tess Greymane para que seu Grito de Guerra continue mesmo que ela seja destruída, silenciada ou removida da mesa de alguma forma".

No entanto, Hill fez questão de salientar que quando cartas são alteradas para ser mais consistentes com as regras de Hearthstone, a Blizzard não considera isso um nerf, então não devemos esperar a mesma atitude da próxima vez.

As alterações também afetaram a ativação da carta de Missão de Druida, Gigantes da Selva. Por exemplo, usar o Manipulador sem Rosto em um lacaio com cinco ou mais de ataque antes ativaria a Missão. Isso não deveria acontecer, então a Blizzard fez uma alteração.

Essas mudanças no Druida de Missão tiveram um grande impacto nos esports. As mudanças foram feitas após o prazo limite para envios para o HCT Tour Stop dessa semana na Coreia. Os jogadores que haviam trazido Druida de Missão tiveram negada a oportunidade de alterar seus baralhos no início, mas essa decisão foi revertida de última hora.

A versão revertida de Tess será lançada hoje.

Próximo Artigo