8 DE Janeiro DE 2018 - 21:40

Dois jogadores não fizeram nada por quatro turnos em uma final graças a uma partida entre Bruxos de Controle

Nenhum dos jogadores queria cometer erros no início da partida da Grande Final da ESL.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Blizzard Entertainment

No meta de Kobolds e Catacumbas, o Bruxo de Controle subiu e se tornou um dos melhores baralhos lentos de Hearthstone.

Graças a algumas excelentes peças novas da expansão, o baralho tem um dos conjuntos de cartas mais fortes de fim de jogo já vistos em qualquer meta recente. Senhor do Caos, uma Pedra Mágica de Bruxo e Rin, a Primeira Discípula, empurraram o baralho para o topo da hierarquia de Hearthstone, junto com cartas da expansão anterior, como o Gul'Dan Furtassangue que fortalece o baralho.

Ele pode ser um baralho difícil de se jogar de vez em quando, já que as menores decisões de início de jogo afetam a fadiga no final.

Essa complicação ficou clara na final do campeonato ESL UK Premiership, quando Big Ben e Toastmonster disputaram uma partida espelhada com duas variantes de Bruxo focadas em controle. O Bruxo havia sido banido ao longo da maioria das partidas do torneio, o que tornou essa uma cena rara.

E pelos quatro primeiros turnos, os jogadores não fizeram praticamente nada.

Fora um poder heroico de Big Ben, os jogadores apenas passaram a vez um atrás do outro nas primeiras movimentações. Ambos tinham cartas que poderiam ser jogadas, mas eles só queriam tomar o mínimo de dano possível.

O próximo foco do baralho é usar o mínimo de recursos no começo, com os dois jogadores puxando Senhores do Caos apenas para fortalecer suas jogadas de Gul'dan Furtassangue. Os dois jogadores usaram a carta de Herói o mais cedo possível para ficar com o poder heroico e começar a sugar direto da face.

No entanto, parecia que Toastmonster tinha errado na hora de montar sua estratégia. Ele usou seus Profanar e Fogo do Inferno cedo, mas ficou evidente que Toastmonster estava jogando com Rin enquanto Big Ben não. Isso o deu uma enorme vantagem.

Tudo se resumiu aos turnos finais já com fadiga, e Toastmonster deu a Ben uma abertura gigantesca.

Toastmonster desrespeitou por completo o combo de Rato Sujo com Espiral Etérea, mas deu muita sorte na probabilidade de 50/50 para vencer o jogo.

O ESL Premiership foi quase exclusivo em seu formato, e o campeonato foi jogado em dupla eliminação verdadeira. Big Ben venceu a chave dos vencedores, o que significa que Toastmonster tinha que vencê-lo duas vezes. Toastmonster conseguiu resetar a chave ao vencer por 3-2 com a ajuda de seu Bruxo, mas Ben o baniu na segunda série e venceu o campeonato por 3-1 na revanche.

compartilhamentos
Próximo Artigo