23 DE abril DE 2018 - 13:26

Steel e Zakk na Luminosity substituem chelo e Apoka, que vão para NTC

A movimentação dos quatro jogadores foi anunciada no domingo de manhã (22).
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Foto via DreamHack

Seis minutos separaram os anúncios de trocas de jogadores brasileiros de Counter-Strike: Global Offensive da Luminosity Gaming e Não Tem Como. Enquanto a Luminosity justificou suas trocas com um texto curto, a Não Tem Como só precisou de um tuíte e uma foto para mostrar a sua.

O jogador Marcelo "chelo" Cespedes e o técnico Alessandro "Apoka" Marcucci deixaram a organização norte-americana Luminosity Gaming neste domingo (22). A dupla foi substituída pelo jogador Lucas "steel" Lopes e o técnico Rafael "zakk" Fernandes. O Twitter oficial da equipe anunciou a movimentação às 11:33.

Às 11:39 do mesmo dia, João "felps" Vasconcellos publicou uma foto com chelo em seu Twitter. Ele anunciou que chelo e Apoka estavam acertados com a Não Tem Como, equipe na qual felps também entrou há pouco tempo. A dupla completará a equipe, que já tem felps, Bruno "bit" Lima, Lincoln "fnx" Lau e Vito "kNgV-" Giuseppe. O objetivo no curto prazo é disputar as qualificatórias da ESL One Belo Horizonte.

A Luminosity Gaming disse em seu anúncio que o elenco de CS:GO "chegou em um ponto em que mudanças foram necessárias para o crescimento da equipe". Steel voltou à organização depois de já tê-la representado na segunda metade de 2015 ao lado de Gabriel "FalleN" Toledo, Fernando "fer" Alvarenga e Marcelo "coldzera", quando não conquistaram nenhum título. Zakk já foi técnico de Steel na Immortals em 2017.

A movimentação dos dois jogadores e dois técnicos vem em uma época de reestruturação de equipes brasileiras no Counter-Strike: Global Offensive. Desde que Immortals e 100 Thieves tiveram problemas com fnx, kNg, Henrique "HEN1" Teles e Lucas "LUCAS1" Teles e se tornaram organizações inativas no cenário do jogo, a busca desses quatro jogadores por uma nova equipe internacional desde a metade de 2017 gerou pequenas e constantes trocas no cenário brasileiro.

A equipe Não Tem Como, revitalizada por fnx depois de não conseguir se recolocar com seus companheiros com organizações do exterior, já movimentou mais de 10 jogadores desde fevereiro de 2018. A NTC desde então disputou dois torneios e treina na Alemanha.

A Luminosity Gaming já tornará Steel e Zakk ativos nas partidas dessa terça-feira pela ESL Pro League. A NTC também deve começar suas partidas dessa semana nas qualificatórias da ESL One Belo Horizonte com chelo e Apoka.

Próximo Artigo