21 DE dezembro DE 2017 - 18:44

FG 42 nerfada, MP-40 e Thompson melhoradas na nova atualização de Call of Duty: WWII

O melhor fuzil de assalto do jogo sofreu bastante.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Foto de tela via Activision

A Sledgehammer Games continua a lançar novas atualizações para Call of Duty: WWII, e a mais recente delas fez diversas modificações para armas importantes do jogo.

Michael Condrey, o diretor de operações e desenvolvimento na Sledgehammer Games, tuitou sobre essas mudanças na noite passada, e confirmou algumas poucas alterações que vêm na atualização de hoje de WWII.

A FG 42, que foi considerada por muitos o melhor fuzil de assalto e uma das armas mais fortes do jogo, recebeu uma redução na velocidade de disparo e um ajuste de recuo. Após diversos nerfs na BAR, a FG subiu em popularidade em WWII. Mas muitos jogadores ficaram com a impressão de que a FG era poderosa demais, o que é a provável causa do nerf de hoje cedo.

Além disso, a Pistola-Metralhadora (ou como Condrey a chamou, a M712) recebeu uma redução de dano. Isso também terá um grande impacto no cenário competitivo, já que a Pistola-Metralhadora tem sido a escolha de arma secundária de todos os jogadores desde o lançamento de WWII.

Enquanto essas armas dominadoras foram nerfadas, algumas outras poucas receberam melhorias nessa atualização. Em especial, a MP-40 e a M1928 (ou Thompson) tiveram suas velocidades de tiro aumentadas na atualização de hoje. As melhorias nessas duas submetralhadoras podem deixar a PPSh-41 comendo poeira entre as submetralhadoras preferidas no Call of Duty competitivo.

A atualização de hoje terá implicações importantíssimas no metagame competitivo de WWII, já que muitos fãs se preparam para testar essas armas nessa época de festas. As notas oficiais da atualização devem ser lançadas hoje mais tarde.

Atualização 21 de dezembro às 17h45: As notas oficiais da atualização (em inglês) desta atualização foram publicadas.

Próximo Artigo