Blizzard pode remover Espírito Divino de Hearthstone

Ainda não está "nada certo".

Imagem via Blizzard Entertainment

Para muitos fãs de Hearthstone, Sacerdote se tornou uma das classes mais problemáticas do jogo graças a um combo específico: Espírito Divino seguido de Fogo Interior. E, depois de uma imagem publicada pelo apresentador Simon “Sottle” Welch no Twitter, mostrando sua série de 100% de vitórias com a classe, o game designer August Dean “Iksar” Ayala revelou que a Blizzard está trabalhando em mudanças nesses feitiços.

“Temos planos de remover ED, mas eles acarretam outras mudanças”, disse Iksar. “Se acabarmos fazendo isso (nada certo), provavelmente vai ser perto da mudança de coleções porque não queremos que pareça um problema tão grande para o Hearthstone atual quanto é para o futuro de Hearthstone.”

Espírito Divino é um feitiço de Sacerdote de custo 2 que duplica a vida de um lacaio. A força principal do card é sua possível combinação com Fogo Interior, um feitiço de Sacerdote de custo 1 que muda o ataque de um lacaio para que seja igual a sua vida.

Frequentemente, é preciso neutralizar um lacaio inimigo antes que o Sacerdote oponente possa usar os dois feitiços juntos e acabar com o jogo. Mas, pelo fato de os dois cards serem de custo baixo, os Sacerdotes costumam usar os dois no mesmo turno para fortalecer um lacaio que tenha ficado na mesa, dificultando a situação para o oponente, caso não tenha nenhum Silenciar.

Remover Espírito Divino previne que os jogadores usem o combo para criar uma bola de neve no jogo. Os decks de Sacerdote ainda terão acesso a feitiços que aumentam a vida dos lacaios, mas não tanto quanto dobrar, então Fogo Interior ainda será viável em combinação com outros feitiços.

Porém, como disse Iksar, a remoção de Espírito Divino do jogo ainda não é “nada certo”, então não é bom criar grandes esperanças de que esse seja de fato o plano de ação da Blizzard.

Artigo publicado originalmente por Rachel Samples em inglês no Dot Esports no dia 25 de setembro.