Valve revela console portátil chamado Steam Deck e anuncia pré-venda para lançamento em dezembro de 2021

A Valve está de olho no mercado dos portáteis.

Imagem via Valve

A Valve confirmou e revelou seus planos de criar um console portátil concorrente do Nintendo Switch. Hoje, foi apresentado o Steam Deck.

O Steam Deck ficará disponível através de reservas em certas regiões e começará a ser enviado em dezembro de 2021. Esse console portátil da Steam foi anunciado no mesmo dia em que a pré-venda do Nintendo Switch OLED abriu. Você poderá reservar o seu a partir das 14h BRT de 16 de julho.

O Steam Deck terá faixas de preço diferentes a depender do armazenamento. A versão de 64GB custa US$399 (cerca de R$2.000). A versão de 256GB custa US$529 (R$2.700) e usa um SSD em vez de um eMMC (de “embedded MultiMediaCard”, que significa algo como “cartão de multimídia embutido”). A versão mais cara é a de 512GB, que custa US$649 (R$3.330) e vem com uma tela de “vidro decorado antirreflexo premium” e capa exclusiva. Todas as versões do Steam Deck também vêm com um slot de MicroSD de alta velocidade para armazenamento adicional.

Você poderá acessar toda a sua biblioteca da Steam no Steam Deck. A Valve criou, em parceria com a AMD, uma APU (unidade de processamento acelerado) otimizada para um console portátil. As configurações dizem que a “poderosa Zen 2 + RDNA 2 deve ser mais que suficiente para rodar os últimos jogos AAA de forma eficiente”. As configurações também estimam que a bateria pode durar entre duas ou oito horas de jogo, a depender do que você jogar.

Usuários do Steam Deck também poderão usar seu progresso salvo na nuvem, sincronizado com o PC. Você também poderá transmitir jogos de seu PC para o Steam Deck de forma remota. Ele vai rodar sua própria versão do SteamOS, mas o FAQ explica que o Steam Deck é “um PC, então é possível instalar software e sistema operacional de terceiros”. A Loja, as conversas e todas as funcionalidades da Comunidade Steam também estarão disponíveis.

O Steam Deck também terá um suporte parecido com o do Nintendo Switch. Você poderá conectá-lo a saídas de vídeo externas, redes com fio, periféricos USB, energia e portas USB-C. O suporte será vendido separadamente.

A Valve implementou uma taxa e um limite de reservas, para “garantir um processo justo e organizado para os clientes”, possivelmente para evitar scalping e compras por meio de robôs. Clientes dos EUA, Canadá, União Europeia e Reino Unido poderão reservar o Steam Deck, um por pessoa. Esses serão os primeiros países em que o console estará disponível, mas a Valve já anunciou que outros serão adicionados à lista em 2022.

Artigo publicado originalmente em inglês por Scott Robertson no Dot Esports no dia 15 de julho.