Microsoft compra Activision Blizzard por R$375 bilhões

A gigante foi vendida.

Imagem via Activision Blizzard

A Microsoft finalizou a compra de outra gigante da indústria dos games, a Activision Blizzard.

Uma das desenvolvedoras mais renomadas da indústria, a Activision Blizzard é responsável por franquias como Call of Duty, World of Warcraft, Overwatch, Diablo e StarCraft.

O total pago pela Microsoft na aquisição da empresa foi de US$68,7 bilhões, equivalentes a cerca de R$375 bilhões. “A Microsoft vai adquirir a Activision Blizzard por US$95 por ação, em uma transação com valor total de US$68,7 bilhões, incluindo o caixa da Activision Blizzard”, diz o comunicado da Microsoft.

Com essa aquisição, a Microsoft se torna a terceira maior empresa do mundo em termos de renda, atrás apenas da Tencent, multinacional de tecnologia chinesa que também é um conglomerado de entretenimento, e da Sony, gigante da tecnologia japonesa.

Phil Spencer, o CEO da Microsoft Gaming, não esconde seu entusiasmo com a aquisição, salientando a importância da Activision Blizzard. “Jogadores de todo lugar amam jogos da Activision Blizzard”, declarou. “Juntos, vamos construir um futuro onde as pessoas possam jogar os jogos que querem em praticamente qualquer lugar.”

A notícia foi divulgada após relatos de que o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, vinha ocultando informações em meio às denúncias de conduta inapropriada na empresa. Recentemente, surgiram denúncias e relatos de assédio sexual e condutas inapropriadas que aconteceram na empresa ao longo da última década.

Apesar disso, Bobby Kotick vai continuar sendo o CEO da Activision Blizzard, segundo a Microsoft. “Ele e sua equipe vão continuar dedicados a fortalecer a cultura da empresa e acelerar o crescimento dos negócios”, disse a Microsoft.

A Activision Blizzard, no entanto, “reportará a” Phil Spencer.

Artigo publicado originalmente em inglês por Mateusz Miter no Dot Esports no dia 18 de janeiro.