Em sua primeira stream do YouTube, Dr Disrespect diz que ainda não sabe o porquê de ter sido banido da Twitch

Sua versão dos fatos continua a mesma.

Captura de tela via Dr Disrespect

Dr Disrespect confirmou os depoimentos anteriores que tinha dado no Twitter e à imprensa em sua primeira stream no YouTube, dizendo que ainda não tinha ideia do porquê de ter sido banido da Twitch.

Disrespect começou a stream às 17h BRT da sexta-feira, 7 de agosto, e não levou muito para mencionar a questão. Mas se você queria uma resposta rápida sobre o motivo de ele ter sido banido da Twitch, vai precisar esperar um pouco mais.

“Sobre o banimento, muita gente quer saber o que aconteceu”, disse o streamer. “Adivinha? Ainda não fazemos ideia. Não fazemos ideia.”

Pode ser difícil acreditar que Dr Disrespect realmente não faça ideia do motivo de ser banido por tempo indeterminado do site, tendo assinado um contrato de exclusividade com a plataforma no começo do ano, mas ele está tentando convencer a todos de que é esse o caso.

“Da minha parte, não acho que fizemos algo que mereça um banimento, especialmente não do jeito que aconteceu”, disse ele. “Sem me comunicar antes. Sem conversar comigo. Nada.”

Com a incerteza em torno do banimento, há muita especulação sobre os detalhes do ocorrido. E a especulação fez com que a situação ficasse fora de controle, já que muitos, segundo Dr Disrespect, já presumem o pior por parte dele.

“O problema também é que há muita gente na comunidade esperando uma resposta”, explicou o streamer. “Então isso cria um alto nível de urgência e especulação que acho asqueroso.”

Apesar de ter dito que não sabe dos detalhes do banimento, Disrespect compartilhou um pouco de como resolveu proceder. A última coisa que falou sobre o banimento aos espectadores foi, essencialmente, que seus advogados estavam cuidando da situação.

Dr Disrespect fez comentários similares em diversas entrevistas pouco depois do acontecido, e parece que ainda está em uma posição em que não pode falar muito.

“Preciso ser inteligente em relação a isso, porque é de um contrato pesado que estamos falando. Muito dinheiro”, disse ele. “Há muito dinheiro envolvido. Então deixemos os profissionais do Direito fazerem o que precisam fazer. É isso.”

Artigo publicado originalmente em inglês por Max Miceli no Dot Esports no dia 07 de agosto.