Diversos streamers da Twitch recebem punição em massa por copyright em conteúdo de 2019

Os streamers não foram avisados sobre as novas diretrizes de copyright na Twitch.

Um incômodo diário com que criadores de conteúdo digital precisam lidar é ter seu conteúdo retirado do ar por queixas sobre copyright, e uma nova onda vem afetando diversos grandes streamers na Twitch. 

Não parece haver nenhuma correlação entre as músicas que geraram as reclamações. A principal semelhança é que a maior parte dos vídeos era de 2019. 

Jakenbakelive, Fuslie e dezenas de outros streamers vêm lidando com problemas similares nos últimos dias. Apesar de nada ter acontecido além de vídeos serem removidos, todos os que receberam os avisos receberam uma “ameaça” de suspensão por 24 horas. Parece, porém, que a penalidade ameaçada só se aplica a conteúdo novo, produzido a partir do último final de semana, e não ao gravado.

Algumas das músicas incluídas nos vídeos que saíram do ar são: “7 Rings”, de Ariana Grande, In Da Club, de 50 Cent, e Staying Alive, dos Bee Gees. Outros vídeos foram removidos, mas essas músicas são as principais e as que afetaram os maiores nomes da lista.

Para tentar impedir consequências mais graves, alguns streamers tentaram excluir os vídeos que possam conter músicas protegidas por copyright ou simplesmente excluir todos os vídeos de seus canais.

Para streamers menores, não seria um problema, já que haveria menos vídeos e seria mais fácil encontrar os possíveis alvos para excluir. Mas, para usuários como Jakenbakelive, que tem mais de 100.000 vídeos em seu canal, esse nível de busca é quase impossível.

O sistema da Twitch não carrega vídeos de mais de um ano atrás, então o trabalho manual fica bem mais difícil, se não completamente impossível, especialmente se levarmos em conta que as queixas chegaram a alguns vídeos de 2017.

Assim como funciona com o sistema atual do YouTube, parece que os stramers que usam músicas protegidas por copyright, que antes precisariam se preocupar apenas com a possibilidade de o áudio de alguns trechos de suas gravações ser removido, agora precisam se preocupar com consequências mais graves. Se vídeos de mais de seis meses atrás estão saindo do ar por causa das queixas, os novos sistemas de copyright implementados poderiam ter grande impacto em como streams futuras usam a música.

No caso dos streamers maiores, é possível que precisem começar a usar playlists de músicas liberadas para uso ou adquirir os direitos de todo tipo de conteúdo que quiserem usar em stream. Não é possível controlar os vídeos que os espectadores criam, e, caso isso continue acontecendo dessa forma, os canais podem sofrer consequências mais graves.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael no Dot Esports no dia 07 de junho.