Adolescente teria gastado o equivalente a 100.000 reais dos pais em doações na Twitch sem que eles soubessem

"O que levamos anos para economizar se foi em 17 dias."

Imagem via Twitch

Um fã adolescente de Fortnite teria gastado 20.000 dólares, o equivalente a mais de 100.000 reais, em doações, bits e inscrições na Twitch no mês passado. O dinheiro era dos pais do garoto e teria sido usado sem que eles soubessem.

A mãe, que preferiu se manter anônima para proteger a identidade do filho, relatou ao Dot Esports que o adolescente gastou uma soma de 19.870,94 dólares de um cartão de débito entre 14 e 30 de junho. Depois de não obter sucesso em diversas tentativas de reaver o dinheiro, ela recorreu ao Reddit em busca de conselhos do “rico conhecimento conjunto” dos usuários.

Em uma publicação que ganhou bastante atenção no subreddit da Twitch, a mãe explicou que havia levado “anos para economizar” o que se foi em questão de 17 dias.

Ela diz que as doações foram feitas a streamers populares da Twitch, como Tfue, Gorb e Ewokttv, além de Kurt Benkert, quarterback do Atlanta Falcons, e Meyers Leonard, jogador do Miami Heat. A mãe compartilhou com o Dot Esports uma captura de tela do extrato do banco, que mostra os quase 20.000 dólares em gastos e as diversas transações grandes feitas na Twitch.

“Quando vi que nosso saldo no banco estava quase zerado, comecei a tremer e precisei abaixar a cabeça para não desmaiar”, disse ela. “Primeiro, eu chorei. Não acreditei que ele tinha feito isso.”

Captura de tela via Twitch.tv/Tfue

O filho recebeu, de acordo com a mãe, uma conta nominal com cartão de débito para comprar almoço na escola. Depois, ele começou a transferir dinheiro da conta da mãe para a sua para pagar pelas transações que fazia online. A mãe acredita que ele tenha visto a senha quando ela realizou alguma operação anterior, ou que ela não tenha se desconectado da conta em algum momento após usar. Ao conversar com o filho, ele teria dito que sabia ter gastado muito mas que ficou “chocado” ao ver o total.

A mãe só conferia o saldo da conta duas vezes por mês, na hora de pagar as contas, então não viu as transações até já ser tarde demais.

“Entrei em contato com o meu banco assim que descobri, eles congelaram todas as nossas contas e o cartão de débito dele foi cancelado”, disse ela. “A não ser que eu preste queixa contra o meu próprio filho, ninguém vai me ajudar, porque isso é considerado fraude amigável.”

A fraude amigável, às vezes também chamada de chargeback, acontece quando um consumidor faz uma compra online com seu cartão e pede o dinheiro de volta no banco. O banco não pode ajudar a recuperar o dinheiro a não ser que a mãe preste queixas.

A mãe disse que teve trabalho para entrar em contato com Twitch e Amazon. Segundo ela, a Twitch não respondeu em mais de duas semanas, e a Amazon pediu que entrasse em contato com a Twitch. Ela recorreu a enviar cartas registradas ao próprio CEO da Twitch, Emmett Shear, e à equipe jurídica da Amazon, mas diz ainda não ter recebido resposta.

Ela também teria entrado em contato com os cinco streamers para tentar reaver o dinheiro. Até agora, apenas Benkert e Leonard responderam, segundo ela.

No fim, ela diz que assume a responsabilidade pela situação.

“Trabalho demais e não prestei atenção suficiente ao que ele fazia na internet”, disse ela. “Seu conhecimento de internet ultrapassou totalmente o meu… Meu foco agora é tentar entender por que ele fez isso, para tentar garantir que esse momento seja o grande erro de sua vida.”

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 18 de julho.