Sim, a paiN Gaming também ficou com a segunda vaga para o Kuala Lumpur Major de Dota 2

A nova equipe da paiN Gaming se junta à original no Major de Dota 2.

Imagem via paiN Gaming

A equipe brasileira paiN X conquistou a segunda e última vaga sul-americana para o Kuala Lumpur Major de Dota 2. A conquista veio poucas horas depois de sua equipe irmã paiN Gaming conquistar a primeira.

A paiN X venceu os peruanos da Thunder Predator na final da chave dos perdedores da qualificatória sul-americana do Major por 2-1 e garantiu o domínio da organização nas vagas do Kuala Lumpur Major, na Tailândia. A partida foi disputada online no fim da tarde dessa terça-feira.

A classificação da pain X não é surpresa. O elenco da equipe inclui os três ex-jogadores da organização brasileira SG e-Sports Adriano “4dr” Machado, Rodrigo “Liposa” Santos e Francis “FrancisLee” Lee. Eles participaram de diversos Minors e Majors na temporada passada e eram os principais rivais regionais da paiN Gaming.

O ex-jogador da norte-americana OpTic Gaming, Quinn “CC&C” Callahan, e o ex-Digital Chaos Ravindu “Ritsu” Kodippili completam a escalação. Esses jogadores já tinham sucesso em suas regiões antes da junção ao trio da SG.

A série contra a Thunder Predator provou a qualidade da pain X.

A primeira partida foi lenta. A paiN X cresceu constantemente em patrimônio líquido com um bom domínio de mapa e controle das recompras para contestar objetivos importantes como o Roshan. Mas perto da marca dos 40 minutos, a paiN X tentou uma investida nas terceiras torres da Thunder Predator e sofreu uma eliminação tripla.

Isso só atrasou o fim inevitável da partida.

A vantagem de quase 17 mil de patrimônio líquido manteve o domínio brasileiro e os levou à vitória em 50 minutos.

A segunda partida foi equilibrada em patrimônio e objetivos por 20 minutos. PaiN X e Thunder Predator trocaram muitas torres e eliminações de um para um até essa marca. Os peruanos da Thunder começaram a conseguir eliminações isoladas no mapa a partir daí, o que aumentou sua vantagem de patrimônio e seu controle sobre os objetivos.

A Thunder Conquistou o primeiro Roshan e puniu os jogadores da paiN X por qualquer jogada minimamente arriscada nos 18 minutos seguintes. Os brasileiros ficaram em 24 mil de patrimônio de desvantagem que foram impossíveis de reverter, e a paiN X perdeu a partida aos 38 minutos.

A partida decisiva durou 47 minutos, mas não foi disputada. Ela foi estável nos primeiros 20 minutos com uma pequena vantagem de dois mil de patrimônio e seis abates para a paiN X. O Morphling de Ritsu da paiN cresceu com os abates que conquistou até se tornar irrefreável e levar sua equipe à vitória e à vaga no Major.

A vitória fechou a série por 2-1 para a paiN X e garantiu a vaga da equipe no Kuala Lumpur Major

A organização brasileira paiN Gaming se tornou a primeira na história do Dota 2 brasileiro a levar duas equipes para um Major. PaiN Gaming e paiN X enfrentarão seus primeiros oponentes da Ásia, Europa ou América do Norte no Kuala Lumpur Major em 9 de novembro na Tailândia.

PaiN Gaming e paiN X jogarão a grande final da qualificatória em instantes para determinar qual será a equipe melhor qualificada para o sorteio dos grupos do Kuala Lumpur Major.