SG e-sports retorna ao Dota 2, contrato com Team Brasil

A América do Sul tem outra organização voltando ao Dota.

Screengrab via PGL Esports

O Team Brasil saiu das cinzas do NoPing e-sports quando a organização deixou o Dota 2 para trás e abandonou toda sua equipe. Todos os jogadores permaneceram juntos, jogando em mais de um punhado de torneios e se colocando na lista de times sul-americanos a serem observados no futuro. 

Essa dedicação agora foi recompensada, pois a SG e-sports contratou oficialmente a equipe do Brasil e está retornando ao Dota após mais de um ano de inatividade. 

A SG é mais conhecida como a organização que pôs fim a uma seca de dois anos para as equipes SA ao aparecer no Kiev Major 2017 e enfrentando adversários como Evil Geniuses e Team Secret. Eles também se tornaram o primeiro time brasileiro a participar de um Major organizado pela Valve com nomes como Otávio “Tavo” Gabriel, Adriano “4dr” Machado, Emilano “c4t” Ito nesse elenco. 

A organização permaneceu relevante por um pouco mais de tempo, competindo com algumas das escalações em ascensão na região antes de não conseguir se classificar para o The International 2019 em julho passado e se separar logo depois disso. 

A SG provocou algo em suas redes sociais há alguns dias, mas não houve um anúncio oficial até hoje, quando eles confirmaram que seria relacionado ao Dota e posteriormente confirmaram a aquisição do Brasil. 

A equipe do Brasil ainda será capitaneada por Matheus “KJ” Diniz e isso também marca o retorno do 4dr ao elenco depois de jogar em outro lugar por vários anos. 

  1. Guilherme “Costabile” Costábile
  2. 4dr
  3. Danylo “Kingrd” Nascimento
  4. Thiago “Thiolicor” Cordeiro
  5. KJ

Esperamos que este contrato seja benéfico para ambos os lados, já que o time da SG se prepara para enfrentar o Thunder Predator nas finais do Movistar Liga Pro Gaming amanhã, antes de passar para o próximo evento.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael no Dot Esports no dia 18 de dezembro.