Dota 2 se encaminha para menor média mensal de jogadores desde janeiro de 2014

Outubro não foi um bom mês para Dota.

Foto via Valve

O número de jogadores de Dota 2 tende a oscilar durante o ano, normalmente aumentando perto do fim da temporada profissional e do The International.

A tendência continuou neste ano, quando o TI9 interrompeu dois meses seguidos de baixas em número de jogadores, mas, de acordo com o Steam ChartsDota teve o menor número médio de jogadores desde janeiro de 2014 nos últimos 30 dias. Os números totais de outubro ainda não foram divulgados, mas a média dos últimos 30 dias é 398.566, só 5.000 a mais que a menor média em mais de cinco anos.

Captura de tela via Steam Charts

Em 2014, o ano começou com a média de 393.860 jogadores e cresceu a partir daí, ultrapassando os 400.000 e nunca descendo desse ponto. Até agora.

Depois de cinco anos acima da marca dos 400.000, no fim de outubro, o número caiu para 398.566. É uma perda de mais 4% para a Valve e, se o padrão se repetir em novembro, Dota terá perdido mais de 100.000 jogadores desde agosto.

A boa notícia é que o recorde de jogadores de outubro ainda ficou na casa dos 700.000 e deve continuar por aí nos próximos meses, com o começo do Dota Pro Circuit e o retorno dos jogadores para aproveitar a temporada. E a grande atualização Outlanders deve sair antes do fim do ano, causando um grande aumento nos números.

Quando Marte foi adicionado ao jogo, em março, o recorde de Dota passou de 1 milhão de jogadores pela primeira vez desde 2017, e a média de jogadores estava próxima dos 600.000, número do qual nem se aproximava há um tempo. Se Snapfire, Void Spirit, as novas melhorias ao jogo e o resto da atualização Outlanders não for suficiente para trazer o pessoal de volta, aí pode ser um problema.

Tem sido difícil para os jogadores encontrarem partidas com MMR parecidos e muitos acham que é porque a Valve não promove Dota 2 muito bem ou porque não é muito receptiva a novos usuários. Há muitas coisas que a empresa poderia fazer para trazer gente nova ou trazer de volta os jogadores antigos, e a próxima atualização pode ser exatamente o que o jogo precisa.

Artigo publicado originalmente por Cale Michael em inglês no Dot Esports no dia 28 de outubro.