Valve estaria substituindo convites diretos por sistema de classificação no segundo Major de CS:GO de 2020

Valve quer usar um sistema de classificação para determinar 16 vagas do segundo Major de 2020.

Imagem via Valve

A Valve estaria querendo introduzir um sistema de classificação para substituir os convites diretos dos Majors de CS:GO. O sistema usaria as posições de dois torneios extra antes do segundo Major de 2020, segundo a HLTV.

A desenvolvedora expressou a vontade em emails enviados a organizações de torneios, aos quais a HLTV teve acesso. O sistema de classificação consistiria em uma combinação de pontos obtidos no primeiro Major, o ESL One Rio Major em maio, e dois outros eventos que aconteceriam antes do segundo Major, que está previsto para novembro.

Os três torneios formariam as classificações, e os três times mais bem-colocados seriam convidados ao segundo Major como Lendas. Os próximos oito seriam Desafiantes. para completar a competição, a Valve usaria o sistema de Minors, que garante duas vagas a cada uma das quatro regiões: Europa, América do Norte, CEI e Oceania.

A Valve já criou diversos requisitos para organização de torneios em relação aos dois adicionais. Os eventos incluiriam um mínimo de 24 times e 16 das vagas estariam disponíveis para times vindos do ESL One Rio Major, sendo de responsabilidade da organização decidir o critério para escolher os outros oito times.

Nesses torneios adicionais, a classificação seria feita com base na do ESL One Rio Major. Espera-se que os eventos aconteçam entre julho e setembro. A Valve está disposta a conceder 250.000 dólares para a premiação, segundo a HLTV.

Os dois torneios, porém, podem entrar em conflito com as férias de verão dos jogadores, estabelecida pela Associação dos Jogadores Profissionais de Counter-Strike (CSPPA), que está marcada entre 15 de julho e 15 de agosto.

A última grande mudança do sistema de Majors aconteceu no FACEIT London Major em 2018. Os últimos dois times do Palco New Legends deixaram de receber convites de Desafiante para o próximo Major, fazendo com que precisassem voltar a participar dos Minors.

Artigo publicado originalmente em inglês por Leonardo Biazzi no Dot Esports no dia 17 de janeiro.