A Metralhadora Leve Rampage é ‘muito diferente’ da Spitfire, sua fraqueza está na curto alcance, de acordo com a Respawn

A Respawn está de olho nela para ter certeza de que está equilibrada.

Screengrab via Respawn Entertainment

A próxima nova arma de Apex Legends, a Metralhadora Leve Rampage, entrará no jogo com uma cadência de tiro mais lenta, uma mecânica de carga e uma tonelada de poder de fogo. Apesar do reinado de terror do Spitfire nas últimas temporadas, no entanto, a nova arma “é muito diferente” do que sua antecessora, de acordo com o designer sênior de jogos da Respawn, Robert West.

O problema com a Spitfire não era necessariamente o fato de a arma ser uma metralhadora leve, disse West ao Dot Esports. “[Spitfire] tem uma carregador realmente grande, não é muito punitiva se você errar, e você pode ter muita supressão se tiver três deles em uma equipe”, disse West. Esses elementos não estão tão presentes em Rampage.

A Rampage tem o menor carregador base de todas as metralhadoras leves e “não tem a melhor precisão de tiro livre” também, de acordo com ele, duas lições que a Respawn aprendeu com Spitfire. Adicione uma cadência de tiro mais lenta e essa combinação torna o Rampage muito menos adequado para táticas de gastar todas as balas sem mirar com cuidado.

A cadência de tiro reduzida também desempenha um papel na definição do estilo de jogo de Rampage. É “muito forte” para combate de médio alcance, de acordo com o designer de jogos da Respawn, John Ellerton, mas sua fraqueza é a curta distância. “Se você for um contra um contra uma R-99 de perto, você tem que ser muito bom para derrotar essa pessoa, porque os canhões de fogo rápido terão uma vantagem”, disse ele ao Dot Esports. E é aí que entra a mecânica de carga.

A mecânica de carga é mais do que um sabor extra para a Rampage. Aumentar a velocidade do canhão aumenta sua cadência de tiro e ajuda a mitigar uma de suas fraquezas, especialmente em combate de curta distância. E adicionar Rampage ao Apex, junto com a mecânica de carga, era a maneira da Respawn de lidar com dois objetivos de design ao mesmo tempo.

A Respawn tem “várias armas em andamento”, disse Ellerton ao Dot Esports, e decidir qual delas lançar leva em consideração as lacunas no conjunto de armas e qual “se encaixa melhor para a temporada”. A Rampage tenta matar dois pássaros com uma Thermite.

Sem a Rampage, existem apenas três metralhadoras leves no jogo, Devotion, Spitfire e L-Star, e uma delas está mudando para a Cápsula de Suprimentos com a temporada 10. “Não tínhamos uma grande quantidade de metralhadoras leves, então esse era um ponto”, disse Ellerton. “Queríamos preencher essa lacuna.”

A Respawn também pretendia usar a “surpreendente fonte de poder de fogo” de Rampage como uma ferramenta para lidar com uma lacuna diferente: encontrar uma arma que funcionasse com a mecânica de carga, como Sentinel, mas com granadas de Thermite em vez de células de escudo.

“Talvez as pessoas ignorassem as Thermites antes de agora”, disse Ellerton. “Agora, eles podem não deixar passar porque querem usá-la com Rampage.”

A Respawn, no entanto, está de olho para garantir que a Rampage permaneça equilibrada. “Se virmos uma situação semelhante com o arco [Bocek], onde ele está fora da linha e talvez seja um pouco forte, então obviamente vamos nos ajustar se for necessário”, disse Ellerton.

A Rampage se juntou à Apex com a décima temporada do jogo, Revelação.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pedro Peres no Dot Esports no dia 02 de agosto.