Vários streamers banidos pela Nintendo por jogar Hyrule Warriors: Age of Calamity

O jogo foi oficialmente lançado em algumas áreas, mas ainda assim contas foram banidas.

Imagem via Nintendo

Antes do lançamento mundial de Hyrule Warriors: Age of Calamity da Nintendo hoje, alguns jogadores foram punidos por tentar jogar o jogo mais cedo, apesar de ter sido lançado em certas partes do mundo ontem. 

Vários streamers foram banidos da Twitch por irem ao vivo com Age of Calamity, recebendo remoções de direitos autorais em suas contas da Nintendo.

 

Esses banimentos e remoções de direitos autorais ocorreram apesar do jogo estar ao vivo na Austrália e no Japão quase 12 horas antes de estar disponível em outros países. Isso é típico da maioria dos títulos da Nintendo e é uma prática comum para os jogadores fazerem contas no exterior para baixar jogos antecipadamente. 

Apesar de ser algo que acontece com todos os grandes lançamentos da Nintendo, incluindo Animal Crossing: New Horizons no início deste ano e Pokémon Sword & Shield no ano passado, várias contas receberam remoções de direitos autorais e banimentos temporários para jogar Age of Calamity “cedo”.

Linkus7, um speedrunner profissional e streamer da CLG, foi um dos maiores nomes que foi banido. Ele disse que sua conta seria suspensa por 48 horas e foi concedida porque a Nintendo alegou que a stream estava “infringindo conteúdo”. 

Outro grande criador centrado na Nintendo, REVERSAL, fez um vídeo explicando como ele foi banido no meio do jogo, apesar do jogo ter sido lançado na Austrália e sua conta EU Switch ser capaz de acessar e jogar o jogo. No vídeo, ele disse que alguns streamers japoneses e coreanos também foram banidos pelo mesmo motivo, embora o jogo tenha sido lançado oficialmente em sua região.

Isso parece uma confusão da parte da Nintendo, onde alguma forma de resposta automática de remoção não registrou que o jogo estava ao vivo em certas áreas do mundo, o que por sua vez permite que jogadores de todo o mundo acessem se eles passarem pelos canais apropriados. A Nintendo não comentou sobre os banimentos, mas forneceu um endereço de e-mail para os streamers entrarem em contato com a empresa em cada um de seus avisos de remoção enviados através da Twitch.

Parece que isso foi apenas em resposta ao jogo que estava sendo disputado em 19 de novembro, no entanto. Agora que Age of Calamity está disponível em todos os lugares, existem vários canais transmitindo o jogo para cerca de 10.000 espectadores na categoria da Twitch.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael no Dot Esports no dia 20 de novembro.