Streamer da Twitch e funcionário do estúdio Hi-Rez é preso em armadilha policial contra exploração sexual de menores

A operação, que girou em torno do Super Bowl deste ano em Atlanta, resultou em 21 prisões.

Captura de tela via Twitter

Uma operação secreta conduzida pelo Escritório de Investigação da Geórgia, nos Estados Unidos, terminou no último domingo com a prisão de 21 homens, incluindo Thomas “Elvine” Cheung, um parceiro da Twitch que trabalha como gerente de marca e desenvolvedor de jogos nos estúdios da Hi-Rez.

As prisões, relatadas pela primeira vez pela WBC-TV, afiliada à NBC, foram o desfecho de uma operação de cinco dias chamada “Operação Interceptação”. A operação foi centralizada em Brookhaven, Geórgia, que é uma comunidade a nordeste de Atlanta e a 16 km do estádio Mercedes-Benz, local do Super Bowl.

Investigadores do Escritório de Investigação da Geórgia estavam tentando reprimir o aumento do tráfico de seres humanos que geralmente acompanha o Super Bowl. A força-tarefa usou aplicativos populares de namoro para identificar 20 suspeitos que dizem estar dispostos a ter relações sexuais com crianças.

O comunicado identificou um dos suspeitos detidos como “Thomas Cheung, A/M, Alpharetta, GA, 32 anos, funcionário de um estúdio de jogos”. Nome e foto assemelham-se aos de um parceiro da Twitch e funcionário da Hi-Rez Studio que também usava o nome de usuário “Elvine”. Cheung era o Especialista de Comunidade da Hi-Rez com Smite e era um parceiro da Twitch com 34.000 seguidores, de acordo com a VP Esports. No momento da publicação desta matéria, seu canal da Twitch havia sido removido.

“O objetivo da ‘Operação Interceptação’ era prender pessoas que se comunicam com crianças online, tinham conversas sexualmente explícitas e depois viajavam para encontrá-las com o objetivo de ter relações sexuais”, o Escritório de Investigações disse em um comunicado à imprensa. “Os detidos tiveram conversas sexualmente explícitas com quem eles acreditavam ser uma criança, e a maioria dos presos viajou para encontrar uma criança para ter relações sexuais. Embora houvesse um componente monetário em vários desses casos, na maioria das vezes não havia nenhum componente monetário envolvido”.

Todos os casos serão processados pelo Gabinete do Procurador Distrital do Condado de DeKalb. 

O presidente da Hi-Rez, Stewart Chisam, divulgou a seguinte declaração em sua conta no Twitter:

https://twitter.com/BhernardoViana/status/1092834876154368000