Outro segredo de Witcher 3 foi encontrado anos após o lançamento

Demorou sete anos no jogo para descobrir.

Imagem via CD Project Red

The Witcher 3: Wild Hunt fez seu nome como um dos jogos mais detalhados já feitos. Os desenvolvedores da CD Projekt Red encheram o título com vários easter eggs. Alguns deles, como esperado, levaram muito tempo e muito esforço para serem descobertos.

O jogo foi lançado em 2015 e, sete anos depois, as pessoas ainda estão desvendando novos segredos. Hoje, um YouTuber chamado xLetalis encontrou outro easter egg, que exige que os jogadores esperem sete anos no jogo para ser descoberto.

Este easter egg diz respeito a Vivienne, uma personagem que pode ser encontrada na expansão Blood and Wine. Geralt, principal protagonista de The Witcher 3, descobre que ela foi amaldiçoada com algo que a transformou em um pássaro. Os jogadores podem se oferecer para acabar com a maldição através de um ritual, no entanto, isso resulta em Vivienne vivendo apenas enquanto os pássaros puderem viver.

Depois que a maldição é retirada, nada acontece com Vivienne e, na maioria dos casos, os jogadores continuam sua aventura no mundo. A própria Vivienne viaja para Skellige, onde pode ser encontrada durante o resto do jogo. No entanto, se um jogador esperar sete anos no jogo (mais de 2.500 dias no jogo), Vivienne pode ser encontrada morta em seu quarto em Skellige.

Enquanto morta, Geralt ainda pode interagir com Vivienne. Isso, no entanto, parece ser um erro. Depois de desvendar o segredo, xLetalis chegou ao Twitter com sua descoberta. Os desenvolvedores do CD Projekt Red, Philipp Weber e Paweł Sasko, confirmaram que era de fato um easter egg escondido.

The Witcher 3: Wild Hunt é um jogo que trouxe fama aos desenvolvedores de jogos poloneses e os tornou conhecidos em todo o mundo. No Metacritic, a versão para PC do jogo tem 93 no metascores de 32 críticas.

Artigo publicado originalmente em inglês por Mateusz Miter no Dot Esports no dia 21 de março.