MIBR é eliminada da ELEAGUE Premier de CS:GO

A equipe não passou da fase de grupos em seu primeiro campeonato com Tarik "tarik" Celik.

Foto via ELEAGUE

A MIBR provou ontem com Tarik “tarik” Celik que ex-jogadores de uma equipe estão destinados a derrotá-la no futuro. Essa “lei do ex” foi provada com a vitória da MIBR ontem sobre a ex-equipe de Tarik, Cloud9.

Mas essa lei se virou contra os brasileiros da MIBR na tarde dessa quarta-feira.

O brasileiro Epitácio “TACO” de Melo da Team Liquid eliminou seus ex-companheiros de SK Gaming Gabriel “FalleN” Toledo, David “coldzera” David e Fernando “fer” Alvarenga da ELEAGUE CS:GO Premier 2018. Eles hoje são parte da MIBR.

Veja também: MIBR elimina Cloud9 da ELEAGUE CS:GO Premier 2018

A MIBR ficou na terceira colocação de seu grupo e não avançou para o mata-mata da ELEAGUE. Esse foi o primeiro torneio da equipe com tarik, que entrou na MIBR há poucas semanas. Já é o segundo torneio da organização e o segundo em que ela é eliminada na partida decisiva, como aconteceu na ESL One Cologne.

O primeiro mapa dessa melhor de três foi Cache, uma escolha da Team Liquid.

A primeira rodada começou com um duelo de pistolas mano a mano entre Marcelo “coldzera” David e Epitácio “TACO” de Melo. Coldzera havia eliminado outros dois jogadores da Liquid antes de enfrentar TACO, mas ainda assim conseguiu vencê-lo com sua vida baixa após posicionar a bomba.

A MIBR aproveitou a vantagem da rodada de pistolas e marcou 3-0. A Liquid empatou a partida e viu a MIBR fazer mais três pontos e retomar a vantagem por 6-3. A Liquid empatou de novo, mas assumiu o controle da partida dessa vez e terminou a primeira metade vencendo a MIBR por 9-6.

O início da segunda metade da Cache marcou uma troca de rodadas pouco favorável para a MIBR. A equipe dos brasileiros venceu a rodada de pistolas em seu lado contra-terrorista, mas perdeu o armado e deixou o placar em 10-8. Após outra troca de vitórias, a Team Liquid ficou com mais dinheiro e conseguiu armas melhores do que as da MIBR, o que os ajudou a vencer a rodada seguinte e a ampliar sua vantagem para 12-9.

A MIBR demorou demeis para acabar com a sequência da Liquid. A equipe dos brasileiros perdia por 15-9 quando enfim marcou mais um ponto, mas a Liquid venceu o mapa por 16-10 e ficou a um passo do mata-mata.

Tarik “tarik” Celik foi o jogador de menor participação nas jogadas da MIBR, enquanto Jacky “Stewie2k” Yip teve poucas eliminações e perdeu a maioria dos duelos de abertura.

A Team Liquid dominou com tranquilidade o início do segundo mapa, Overpass. Uma troca inicial de vitórias entre as equipes desencadeou uma sequência da Liquid, que abriu 6-1. FalleN tirou leite de pedra com uma Galil no lado terrorista da MIBR e conseguiu quatro eliminações em uma rodada. A Liquid respondeu na rodada seguinte e manteve a distância em 7-2.

A MIBR aproveitou o pouco dinheiro da vitória que havia conseguido para vencer três rodadas e diminuir a vantagem da Liquid para 7-5. Uma última troca de vitórias entre as equipes foi encerrada com um ótimo dois contra um de Coldzera pela MIBR. A equipe dos brasileiros ainda assim perdeu a primeira metade por 8-7.

A MIBR perdeu as três primeiras rodadas na volta, mas fez uma boa retomada para reduzir a vantagem da Liquid para 11-8. Depois que a MIBR perdeu mais três rodadas, a equipe parecia se recuperar na partida ao levar o placar para 14-10.

Mas a Team Liquid dominou com tranquilidade as rodadas finais e venceu Overpass por 16-10. A MIBR foi eliminada da ELEAGUE CS:GO Premier 2018.

Todas as grandes equipes de Counter-Strike: Global Offensive entrarão em um período de férias nas próximas semanas. A MIBR só jogará seu próximo campeonato, ZOTAC Masters, daqui 30 dias.