Todas as equipes que se qualificaram para o VCT Masters Berlin

Em contraste com o Masters Reykjavík, Berlim contará com 15 equipes da EMEA, América do Norte, Brasil, Sudeste Asiático, Coreia, Japão e América Latina.

Imagem via Riot Games

A terceira e última etapa do VALORANT Champions Tour culmina em Berlim em setembro. 

Antes do campeonato mundial de final de ano, que está planejado para acontecer em Los Angeles em novembro e dezembro, o VCT Masters Berlin será um dos fatores decisivos do circuito de torneios, entregando centenas de pontos aos vencedores.

De apenas 10 no Masters Reykjavík, Berlim acomodará 15 equipes da EMEA, América do Norte, Brasil, Sudeste Asiático, Coreia, Japão e América Latina. O torneio reunirá um conjunto rico e dinâmico de equipes, superando os eventos anteriores do tour.

Aqui estão todas as equipes qualificadas para o VCT Masters Berlin. 

EMEA

  • Gambit
  • SuperMassive Blaze
  • Acend
  • G2 Esports

Depois de perder para o Acend na chave superior dos EMEA Challengers Playoffs, a Gambit teve uma última chance de se qualificar para o Masters Berlin. Uma vitória difícil contra a Team Liquid garantiu a passagem dos representantes do CIS para o evento internacional.

SuperMassive Blaze da Turquia teve um desempenho dominante de 2-0 contra a G2 Esports na categoria superior dos torneios EMEA Challengers Playoffs para garantir uma vaga no Masters Berlin. Era apenas uma questão de tempo até que os turcos chegassem à LAN.

Uma vitória sobre a Gambit nos Playoffs dos Challengers EMEA foi o suficiente para Acend se qualificar para o Masters Berlin. A equipa, chefiada pelo especialista em Jett, Mehmet Yağız “cNed” İpek, vai tentar causar uma impressão duradoura na capital da Alemanha em setembro.

A superequipe da G2 Esports da UE se classificou para o Masters Berlin através da chave inferior do EMEA Challengers Playoffs, derrotando a Giants Gaming e o ex-companheiro de equipe David “Davidp” Prins, por 2-1.

America do Norte

  • Sentinels
  • 100 Thieves
  • Team Envy

A Sentinels permaneceu fiél à forma e se classificou para o Masters Berlin após terminar em primeiro lugar nos Playoffs do NA Challengers. Depois de assinar Tenz como uma adição permanente à equipe em junho, a Sentinels teve poucos problemas quando se trata de qualificação.

Decepção no Estágio Dois resultou no fim da corrida da 100T para Reykjavík. Mas depois que mudanças radicais chegaram ao jogo na atualização 3.0 em 22 de junho, a equipe estava melhor do que nunca. Com mais ênfase no uso de armas de fogo, a 100T ganhou destaque. A equipe se classificou para o Masters Berlin após vencer a XSET na chave superior dos Playoffs do NA Challengers.

A Team Envy voltou aos playoffs do NA Challengers, com vitórias sobre a FaZe Clan e a XSET. A equipe, apesar de 100 Thieves ter saído na frente nas finais da chave inferior, se classificou para o Masters Berlin como a semente final na América do Norte.

Brasil

  • Vivo Keyd
  • Havan Liberty

A Vivo Keyd chegou ao Masters Berlin após uma incrível participação na chave inferior dos Playoffs do Brazil Challengers. O time acabou vencendo Havan Liberty por 3 a 0 na grande final.

Uma grande partida nas finais do Brazil Challengers Playoffs fez a Havan Liberty qualificar-se para o Masters Berlin.

Sudeste da Ásia

  • Bren Esports
  • Paper Rex

Apesar da Bren Esports ter ficado em primeiro lugar nos SEA Challengers Playoffs, a Riot não conseguiu garantir os vistos de viagem necessários para a equipe filipina. Isso significa que, passado o prazo, a equipe não irá viajar e comparecer ao evento, de acordo com um comunicado do chefe dos operadores competitivos da VALORANT esports Alex François no dia 3 de setembro.

A Paper Rex se classificou para o Masters Berlin depois de vencer a Alter Ego na final da chave inferior dos SEA Challengers Playoffs. A equipe de Cingapura-Malásia representará o Sudeste Asiático como a segunda semente.

Coréia

  • Vision Strikers
  • F4Q

Depois de não conseguir chegar a Reykjavík em maio, o Vision Strikers foi submetido a uma reformulação da equipe. As mudanças feitas no time, que incluíram a contratação de Lakia, MaKo e BuZz, revigoraram a equipe, resultando em uma sequência invicta para o Masters Berlin.

A F4Q tem sido um dos times mais consistentes da Coréia desde sua estreia no VCT. O pelotão desordenado de streamers e ex-profissionais do Overwatch se classificou para o Masters Berlin depois de vencer a DAMWON Gaming nas semifinais das Eliminatórias do Korea Challengers.

Japão

  • ZETA DIVISION
  • Crazy Raccoon

A ZETA DIVISION, anteriormente conhecido como JUPITER, conquistou uma vitória por 3-2 sobre a Crazy Raccoon nos playoffs do Japan Challengers. A vitória surpresa viu a seleção japonesa se classificar para o Masters Berlin como a primeira semente da série.

Uma participação impecável até as finais do Japan Challengers Playoffs terminou em decepção quando a Crazy Raccoon perdeu para a ZETA DIVISION. Mas apesar de não conseguir reter a primeira semente na região, a equipe se classificou confortavelmente para o Masters Berlin.

América Latina

  • KRÜ Esports

A KRÜ Esports manteve o primeiro lugar na América Latina depois de vencer a Australs por 3 a 0 na final do LATAM Challengers Playoffs. A equipe tentará impressionar no Masters Berlin em setembro.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jerome Heath no Dot Esports no dia 06 de setembro.