Riot forçará jogadores a mudarem nomes ofensivos em VALORANT

Nomes ofensivos podem ser reportados e não serão aceitos.

Imagem via Riot Games

A Riot lançou uma mudança de nome forçada para IDs Riot no VALORANT. Este é um passo para tornar o jogo “verdadeiramente bem-vindo a todos”, disse a Riot no Twitter na noite passada.

Nomes que são ofensivos e violam o Código de Conduta de VALORANT, incluindo discurso de ódio contra raça, gênero, sexualidade ou calúnias, podem ser denunciados e passarão por uma verificação automática.

O jogador cuja conta foi denunciada será forçado a alterar seu ID Riot na próxima vez que fizer login no Cliente da Riot se a conta for sinalizada pelo filtro da empresa por nomes ofensivos.

Muitos jogadores apontaram que lidar com comportamento tóxico deveria ser uma prioridade para a Riot além de gamertags ofensivas também. Os jogadores podem relatar contas que demonstram comportamento tóxico e se essa conta receber vários relatórios, os desenvolvedores irão punir o jogador com um tipo de banimento dependendo da gravidade.

Uma punição comum é a proibição de comunicações, que bloqueia o chat de voz do jogador. Mas muitos jogadores reclamaram que isso prejudica o jogo em equipe e um desenvolvedor respondeu que eles estão trabalhando para melhorar o sistema de punição em VALORANT.

Artigo publicado originalmente em inglês por Nádia Linhares no Dot Esports no dia 23 de setembro.