Opção de rendição de VALORANT começa na 5ª rodada e não precisa de unanimidade no Modo Sem Classificação

As notas de atualização de hoje incluem várias mudanças na qualidade de vida.

Imagem via Riot Games

Jogadores de VALORANT agora poderão jogar a toalha um pouco mais cedo.

A Atualização 1.03 de VALORANT está fazendo algumas mudanças na qualidade de vida, incluindo alguns ajustes na nova opção de rendição do atirador tático. As notas de atualização de hoje explicam que os jogadores podem desistir mais cedo em uma partida e a unanimidade dos votos não será necessária para o Modo Sem Classificação.

Imagem via Riot Games

Enquanto anteriormente era exigido que os jogadores jogassem oito rodadas cansativas antes de puxar a bandeira branca, a Riot agora permitirá que você desista na rodada cinco. Isso permitirá que as equipes com um começo ruim ou com jogadores ausentes passem para o próximo jogo.

Como o Modo Sem classificação é uma maneira casual de aquecer seus reflexos e aprimorar suas habilidades, a rendição não exigirá mais que todos os jogadores votem sim. Se 80% do seu time concordar, um time perdedor poderá passar para a próxima partida e deixar a derrota para trás.

Mas o Modo Competitivo ainda exigirá uma votação unânime.

“Queremos garantir que a equipe inteira está de acordo antes de tomar uma decisão que pode impactar negativamente o ranque dos jogadores.”, disse a Riot.

Em VALORANT, uma equipe ganha a partida assim que conseguir vencer a equipe adversária em 13 rodadas. A rendição dá a seus adversários uma pontuação de 13 automaticamente. Embora isso normalmente não seja um problema, o sistema de classificação de VALORANT recompensa e penaliza os jogadores com base na discrepância da pontuação entre as duas equipes.

Se sua equipe perder por 13-2, por exemplo, é provável que você caia muito mais no ranking do que uma com uma derrota de 13-10. A Riot decidiu manter o voto de rendição no Modo Competitivo por unanimidade, para evitar que um jogador perdesse nos votos e levasse o grande golpe em sua classificação.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 07 de julho.