Confira as principais novas características e origens do Conjunto 4: Destinos de Teamfight Tactics

As novas sinergias devem mudar a forma de jogar o combate automático mais popular do mundo.

Teamfight Tactics: Destinos, o novo Conjunto do jogo de combate automático da Riot, está chegando.

Depois de a equipe de desenvolvimento de TFT compartilhar apenas pequenos detalhes do que podemos esperar do conjunto por algumas semanas, hoje a Riot finalmente divulgou informações sobre as novas sinergias do conjunto. Isso inclui a mecânica principal Escolhido, que faz algumas unidades contarem uma de suas características em dobro.

Confira todas as principais características e origens do Conjunto 4 de TFT.

Mestre da Guerra

Uma das composições mais fáceis de fazer em Destinos será a da sinergia Mestre da Guerra. Os Mestres da Guerra são descritos como uma origem que tem como objetivo conquistar oponentes em batalha, e eles se fortalecem quando seu time faz isso.

Ao ativar a sinergia de Mestre da Guerra, todos os seus Mestres da Guerra ganham vida e poder de habilidade para cada batalha vencida até ali e a partir dali (mesmo que a sinergia não estivesse ativa quando venceram). O bônus aumenta até um limite de 5 acúmulos. Isso significa que os campeões ficam mais fortes à medida que permanecem em jogo.

Os números exatos de cada Mestre da Guerra ativo na composição do seu time são os seguintes: com três Mestres da Guerra em jogo, eles recebem 150 de Vida e 10 de Poder de Habilidade. Com seis, eles ganham 400 de Vida e 25 de Poder de Habilidade. Com nove, são absurdos 600 de Vida e 50 de Poder de Habilidade.

Além disso, cada vitória da qual eles participarem concede Vida e Poder de Habilidade adicionais, que acumulam até cinco vezes. Com três Mestres da Guerra ativos, o bônus será de 30 de Vida e 3 de Poder de Habilidade por vitória. Com seis Mestres da Guerra, são 40 de Vida e 5 de Poder de Habilidade depois de cada vitória. E, com nove Mestres da Guerra, cada um recebe 80 de Vida e 10 de Poder de Habilidade depois da vitória.

Uma composição de Mestres da Guerra no nível 7 que pode ser usada como exemplo pode ser assim: seis Mestres da Guerra, dois Assassinos, dois Exemplos e um Ninja.

  • Nidalee: Mestre da Guerra/Atiradora de custo 1
  • Garen: Mestre da Guerra/Vanguarda de custo 1
  • Jarvan: Mestre da Guerra/Exemplo de custo 2
  • Pyke: Cultista/Assassino de custo 2
  • Katarina: Mestre da Guerra/Assassino de custo 3 (Escolhido: Mestre da Guerra)
  • Kennen: Ninja/Exemplo de custo 3
  • Xin Zhao: Mestre da Guerra/Duelista de custo 3
Imagem via Riot Games

Lunar

Lunar é uma das características mais diferentes do conjunto Destinos. Lunar é uma característica de 3 unidades e todos os campeões têm custo 1 ou 2, como eram as características Bosque e Druida no Conjunto 2.

A característica poderá ser ativada no começo do jogo. Quando for ativada, ela aumenta em 1 estrela o nível do campeão Lunar com menos estrelas. Se dois campeões estiverem empatados, o campeão com mais itens recebe o bônus. Isso significa que caso você tenha, por exemplo, uma Diana 2 estrelas, uma Lissandra 2 estrelas e um Sylas 1 estrela no início do combate, Sylas passaria a ser 2 estrelas.

Mas o que acontece se todos os campeões Lunares já estiverem em 3 estrelas? Bom, pela primeira vez na história de TFT, a característica Lunar vai permitir que os jogadores obtenham unidades especiais de 4 estrelas. Elas não serão tão fortes quanto os carregadores de custo 4 com 3 estrelas, mas ainda serão explosivas.

Um exemplo de composição de nível 6 que use bem a característica Lunar seria: três Lunares, três Mestres da Guerra, dois Assassinos, dois Lutadores e dois Ofuscantes.

  • Diana: Lunar/Assassino de custo 1
  • Lissandra: Lunar/Ofuscante de custo 1 (Escolhido: Ofuscante)
  • Garen: Mestre da Guerra/Vanguarda de custo 1
  • Sylas: Lunar/Lutador de custo 2
  • Vi: Mestre da Guerra/Lutador de custo 2
  • Katarina: Mestre da Guerra/Assassino de custo 3
Imagem via Riot Games

Cultista

Cultista é outra das grandes novas origens de Destinos. Com oito campeões diferentes, a característica tem mais campeões do que qualquer outra. A sinergia especial não concede nenhum poder aos campeões Cultistas em si; em vez disso, os Cultistas usam seus poderes para invocar o Galio Senhor Demoníaco para seu time. Quanto mais Cultistas você tiver em campo, mais poderoso será o Galio. A característica funciona de forma parecida com a dos Pilotos Mech no Conjunto 3, mas é o número de unidades que fortalece o Galio e não o nível das mesmas.

Cada nível da característica aumenta os atributos e melhora a habilidade de Galio. Galio Soberano Infernal, a versão do campeão que é invocada quando há nove Cultistas em jogo, é um monstro de mais de 7.000 de Vida e 600 de Dano de Ataque. Mas até o Galio Tirano, que é a versão invocada por três Cultistas, já vale a pena para a linha de frente, com 1.800 de Vida e um atordoamento em área que pode acabar com a batalha.

Um exemplo de composição de nível 7 com foco na origem pode ser: seis Cultistas, dois Duelistas e dois Vanguardas.

  • Elise: Cultista/Exemplo de custo 1
  • Twisted Fate: Cultista/Mago de custo 1
  • Pyke: Cultista/Assassino de custo 2
  • Thresh: Espectral/Vanguarda de custo 2
  • Evelynn: Cultista/Sombrio de custo 3
  • Kalista: Cultista/Duelista de custo 3 (Escolhido: Duelista)
  • Aatrox: Cultista/Vanguarda de custo 4
Imagem via Riot Games

Isso é só uma parte do que nos aguarda no novo Conjunto de TFT. Uma lista completa de origens, classes e características deve ser revelada em breve, quando o novo conjunto chegar ao PBE na próxima atualização.

TFT: Destinos será lançado em 16 de setembro.

Artigo publicado originalmente em inglês por Samuel O’Dwyer no Dot Esports no dia 26 de agosto.