Composição do TFT de Sivir mostra-se promissora para ficar entre os quatro vencedores

Sivir pode vencer Olaf e DragãoSol?

Imagem via Riot Games

As alterações de balanceamento e de sistema feitas na atualização 11.4 do Teamfight Tactics podem ter aberto a porta para uma composição que consistentemente fica entre os quatro primeiros, com Sivir como carregadora.

A atualização 11.4 no TFT trouxe um meta preenchido com unidades Escolhidas de quatro custos com composições como Olaf Dizimador e DragãoSol no nível S+. Voar sob o radar, entretanto, é uma composição sólida usando Sivir como a carregadora primária e Kindred como a opção secundária. 

Um guia no Reddit destacou a composição, executando quatro Espíritos com Sejuani e Aatrox como linha de frente Vanguarda em conjunto com Shen para a sinergia de Místico. Wrainbash também listou Sivir como uma opção viável em sua folha de composições do meta, logo abaixo de Vanguardas Mitológicos/Místicos. Sivir ainda era a carregadora, mas Teemo era a opção secundária. O objetivo por trás de ambas as versões era rerrolar nos níveis sete e oito para uma Sivir de três estrelas. Os itens também podem ser transferidos para Samira como uma opção alternativa. 

A composição de Sivir carregadora funciona melhor com Cultista no início do jogo, pegando uma luva no primeiro carrossel. Último Suspiro é um item obrigatório em Sivir, mas péssimo para o início do jogo. Agarrar uma luva no primeiro carrossel fornece flexibilidade se um jogador precisar ou quiser fazer a transição para outra composição. 

Outra opção para a composição de Sivir inclui a sinergia de dois Espíritos usando Divino com Jax e Lee Sin, junto com Neeko como carregadora secundária. Com Nautilus e Cho’Gath você tem uma sólida composição Sivir Mitológica/ Divina que pode tirar Olaf e sua tripulação do campo de batalha. Teemo é um utilitário para carregar itens como Arauto de Zeke e Cálice do Poder, enquanto Neeko aparece com Manopla Adornada e Gume do Infinito. Com o Escolhido Atirador, os jogadores podem facilmente deixar o Nautilus pela Samira. O Nautilus pode voltar no nível nove ou os jogadores podem rolar por um Escolhido de custo cinco. 

O meta da atualização 11.4 do TFT ainda é um pouco novo e pode mudar antes do lançamento da 11.5 em 3 de março. Olaf e DragãoSol podem continuar a dominar, deixando Sivir como uma opção de backup viável que pode atingir consistentemente os quatro primeiros lugares. 

Artigo publicado originalmente em inglês por Danny Forster no Dot Esports no dia 22 de fevereiro.