As 3 melhores composições do meta de Teamfight Tactics na atualização 10.7

Use estas composições para subir sua classificação nas ranqueadas.

Imagem via Riot Games

Os Rebeldes ficaram engessados e os Protetores já não são mais tão bons, então os fãs de Teamfight Tactics devem estar em busca de uma nova composição para preencher o vazio deixado por elas. E um fã parece ter encontrado.

Wrainbash, jogador de TFT, montou outra lista de composições do meta do jogo, compilando o que diversos Desafiantes têm feito, e publicou o resultado. As composições têm ótimas sinergias, as melhores linhas de frente e alto dano na retaguarda. Já que a atualização 10.8 chega na semana que vem, aproveite enquanto pode.

Confira as três composições do meta para subir nas ranqueadas de TFT na atualização 10.7.

Infiltradores Mech

Captura de tela via Mobalytics

A estratégia de Infiltradores Mech é bem simples: seu Supermech fica na frente e os assassinos, lá atrás.

LeDuck, ex-jogador profissional de League of Legends, sugere adiantar a subida para o nível 6, pegando os três Mechs imediatamente. Isso melhora suas chances de conseguir várias cópias de Annie, Rumble e Fizz, especialmente porque você quer todos eles com três estrelas.

O foco para os itens do Supermech deve ser nos mais defensivos, como Garra de Dragão, Colete Espinhoso, Determinação Titânica e Mercúrio. Isso garante que seu supermech fique vivo por mais tempo e permite que os Infiltradores destruam a retaguarda inimiga.

Enquanto o Supermech segura todo o dano, Shaco e Kai’Sa são seus assassinos mortais. Equipar Gume do Infinito em Shaco garante grandes críticos, e Anjo Guardião lhe dá uma segunda chance. No caso de Kai’Sa, Feridas Dolorosas são necessárias para acabar com a cura dos inimigos.

LeDuck também sugere um Gangplank para conseguir o bônus de Demolidores ou uma Lux para o bônus de Feiticeiros.

Pedrada Cibernética

Captura de tela via LolChess.gg

Uma das composições mais populares que surgiram depois de Rebeldes e Protetores ficarem mais fracas foi a de Cibernéticos.

Sologesang, que jogava LoL profissionalmente, sugere uma composição de seis Cibernéticos com Valquírias, Detonadores e Mestres das Lâminas para completar. Ter seis Cibernéticos garante 800 de vida e 80 de dano de ataque a mais ao equipar itens. Irelia se torna a principal fonte de dano, com dois Gumes do Infinito e Anjo Guardião. Três Mestres das Lâminas concedem a Irelia 30% de chance de realizar mais ataques básicos, ou seja, mais oportunidades para os acertos críticos.

Equipar o Bônus Vermelho em Lucian lhe concede mais vida, então é possível causar queimaduras a vários alvos e cortar suas curas por mais tempo. Ele deve ser posicionado mais atrás para ficar seguro, com Kayle em um canto e Miss Fortune no outro.

Vi, Leona e Fiora devem ser suficientes na linha de frente para que Irelia fique livre para ir atrás de seus alvos.

Shaco e o Atirador de Elite

Captura de tela via Mobalytics

Esta composição também tem Shaco como principal fonte de dano, mas adiciona o atirador de elite mais poderoso da Convergência: Jhin.

LeDuck usa os Estrelas Negras para que tanto Jhin quanto Shaco tenham dano físico e mágico adicional quando um aliado morrer. Ao posicionar Jhin em um dos cantos, ele fica a salvo da maior parte dos campeões. No caso de um possível puxão de Blitzcrank, a Garra deve garantir sua segurança. A adição de Ashe traz o bônus dos Atiradores de Elite e um pouco mais de controle de grupo à composição.

Mais uma vez, Shaco usa Gume do Infinito, Anjo Guardião e a Sedenta por Sangue, já que são os três melhores itens para causar dano e mantê-lo vivo.

Um Mordekaiser três estrelas garante uma linha de frente saudável com Jarvan e Lux. Os itens mais resistentes, como Colete Espinhoso e Garra de Dragão, caem bem em Mordekaiser, garantindo que ele receba a maior parte do dano e suas maiores fontes de dano fiquem a salvo.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 09 de abril.