Twitch vai começar a testar função Boost, em que espectadores pagam para promover streamers

A comunidade não está nem um pouco feliz com a possível novidade da plataforma.

Imagem via Twitch

A função Boost da Twitch vai voltar, mas desta vez causando ainda mais polêmica, porque será testada usando dinheiro de verdade para promover os streamers em vez de usar Pontos do Canal.

Originalmente, Boost entrou em testes em dezembro do ano passado, como um desafio integrado da comunidade para os streamers. Espectadores poderiam usar seus pontos do canal em conjunto para divulgar a transmissão para áreas com mais visibilidade na Twitch.

Deveria ser uma forma de permitir que comunidades menores promovam streamers iniciantes. No entanto, na versão mais recente, divulgada hoje em uma transmissão de atualizações da própria Twitch, a parte de usar Pontos do Canal foi substituída por quantias em dinheiro que seriam pagas pelos espectadores. E, segundo o jornalista Zach Bussey, esse era o plano original.

Na transmissão, o gerente de produto da Twitch Jacob Rosok disse que os espectadores de streamers selecionados poderão usar Boosts para destacar o canal de seu streamer favorito para outros usuários na página principal da Twitch.

“O que estamos fazendo com os Boosts é permitir que os espectadores comprem mais visibilidade para seus criadores favoritos, e esse tipo de coisa tem um custo”, disse Rosok ao VGC. “Acreditamos que seja uma ótima forma de mostrar apoio. Além disso, já ouvimos diretamente dos criadores que é difícil fazer seu nome, é difícil usar várias mídias sociais para fazer seu canal crescer, e esperamos que essa seja uma forma mais direta de o espectador ajudar o criador a fazer isso.”

Só será possível comprar Boosts em um período de 10 minutos, mas nesse período os espectadores podem comprar quantos Boosts quiserem para aquela transmissão. Cada Boost equivale a mais recomendações do criador na página inicial.

Segundo Rosok, no período de testes do ano passado, usando Pontos do Canal, foram resgatadas mais de 100.000 recomendações para streamers. Bussey fez sua própria pesquisa durante esse teste e, segundo ele, os mais de 40 canais monitorados mostraram pouquíssimo crescimento após o uso dos Boosts, embora ele esteja ciente de que seus dados podem não ser exatos.

Como já foi dito, os Boosts serão testados com um número pequeno de streamers. Isso não conteve as críticas negativas da maior parte dos criadores e fãs, que acreditam que a função seja uma mudança negativa, especialmente porque nenhuma parcela do dinheiro gasto nos Boosts será repassado aos criadores.

De acordo com as críticas, aquele espaço que equivale ao de um anúncio na página inicial não deve incentivar a maior parte dos usuários a clicar em canais nos quais nunca ouviram falar, especialmente porque a Twitch ainda reproduz vários anúncios quando um espectador entra pela primeira vez na maior parte dos canais da plataforma.

Ainda precisamos saber mais sobre a função Boost da Twitch e como a plataforma vai responder e levar em conta as críticas da comunidade.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael no Dot Esports no dia 30 de setembro.