PUBG Mobile baniu 1,85 milhão de trapaceiros na semana passada

As trapaças mais comuns são as de mira automática.

Imagem via PUBG Corp.

A Tencent baniu permanentemente 1.857.847 contas do PUBG Mobile entre 22 e 28 de janeiro por usar trapaças no jogo, anunciou a empresa.

Os trapaceiros são um grande problema no popular Battle Royale. A Tencent tem tentado reprimi-los por meio de várias medidas. A empresa lança um relatório semanal de “banimento”, revelando o número de contas banidas, as trapaças que estavam usando e sua classificação.

Como de costume, a medida injusta mais comumente usada é a trapaça de mira automática. Cerca de 30 por cento do total de contas foram banidas por usá-la. Vinte e nove por cento dos trapaceiros estavam usando visão de raio-X, 19 por cento usavam trapaças de velocidade, 11 por cento estavam modificando o modelo do personagem e 8 por cento estavam modificando os danos. Três por cento das contas foram banidas por “outros” motivos.

A distribuição de classificação para essas contas banidas foi a seguinte:

  • Bronze: 35 por cento
  • Prata: 12 por cento
  • Ouro: 11 por cento
  • Platina: 12 por cento
  • Diamante: 12 por cento
  • Coroa: 10 por cento
  • Ás: sete por cento
  • Conquistador: Um por cento

Na semana passada, a Tencent emitiu comparativamente menos banimentos, com apenas 988.533 contas sendo permanentemente banidas.

Neste momento, a 17ª temporada do PUBG Mobile está em andamento. Trouxe uma nova arma (Famas) e modo (Poder Rúnico) para o Battle Royale. A temporada terminará em 21 de março. Antes disso, outro novo modo, chamado Power Armor, será lançado no PUBG Mobile em 5 de fevereiro.

Artigo publicado originalmente em inglês por Wasif Ahmed no Dot Esports no dia 01 de fevereiro.