Temporada competitiva 21 de Overwatch começa com Mei, Orisa, Hanzo e Baptiste banidos

Blizzard planeja trocar semanalmente os heróis disponíveis.

Imagem via Blizzard Entertainment

O frio não vai incomodar as ranqueadas de Overwatch por uma semana. O jogo começou hoje sua temporada competitiva 21 com a nova Rotação de Heróis, que basicamente proíbe que os jogadores escolham alguns dos personagens do jogo por uma semana. Mei é uma delas.

Na Rotação de Heróis inicial, não será possível selecionar Mei, Hanzo, Orisa e Baptiste. Os quatro personagens têm chamado atenção no meta, então a escolha de desabilitá-los temporariamente do competitivo provavelmente tem como intenção manter a fluidez do meta.

Orisa costuma estar presente nas composições de dois escudos que explodiram em popularidade desde o lançamento de Sigma. Desabilitá-la faz com que os times precisem usar Reinhardt e Sigma caso queiram manter os dois escudos, mas também abre espaço para outras composições. Parte dos fãs reclamou de Orisa estar, aparentemente, forte demais, em especial sua habilidade Fortificar.

Baptiste também é um personagem considerado problemático por alguns jogadores. Uma de suas habilidades impede que aliados sejam abatidos em uma área, algo que, junto com sua cura em área e poder de fogo surpreendente, fez com que ficasse a impressão de que ele é forte demais.

Mei e Hanzo são dois personagens de dano que também têm aparecido muito no meta. A capacidade que eles têm de anular tanques é seu principal ponto forte, e Hanzo particularmente pode causar muito dano de longe.

A Rotação de Heróis das ranqueadas é bem diferente da rotação da Liga Overwatch. Os profissionais terão outros heróis banidos e não vão poder usar McCree, Widowmaker, Reinhardt e Moira na Liga Overwatch (OWL).

A discrepância entre as duas rotações pode ser um obstáculo para os jogadores da OWL. Alguns profissionais podem não ter como treinar com heróis que são permitidos na OWL mas banidos das ranqueadas. “Como é que eu deveria treinar com Orisa agora?”, perguntou Gael “Poko” Gouzerch, um dos tanques do Philadelphia Fusion, no Twitter.

Com a temporada 21, vieram as rotações de heróis ao competitivo de Overwatch, mas a Blizzard está aberta a ajustar a funcionalidade. O plano é banir quatro heróis diferentes por semana, mas a frequência das atualizações pode mudar. O diretor Jeff Kaplan admitiu que a funcionalidade pode ser descartada se não funcionar. Uma publicação oficial da Blizzard no fórum reforça a ideia de que a Rotação de Heróis pode sofrer ajustes.

“É importante lembrar que a Rotação de Heróis é uma nova funcionalidade que pode não passar da fase atual”, diz a publicação. “Ao longo da temporada, vamos ajustando os tipos de rotações possíveis. Além disso, podemos simplesmente ajustar a frequência com que elas mudam.”

Artigo publicado originalmente em inglês por Pedro Peres no Dot Esports no dia 05 de março.