“Principais” iniciativas anti-fraude chegando a Overwatch nas próximas 2 atualizações

A Blizzard continua reprimindo os trapaceiros.

Imagem via Blizzard Entertainment
Esta imagem possui um atributo alt vazio;  seu nome de arquivo é SB1.png

Este artigo foi trazido pelo StatBanana, a melhor ferramenta de estratégia de Overwatch.

A atualização mais recente da desenvolvedora de Overwatch destacou mudanças significativas chegando ao jogo. Mas as novidades serão seguidas pelo reforço das tecnologias anti-fraude da Blizzard.

O diretor do jogo, Jeff Kaplan, destacou na atualização de hoje que a empresa planeja aumentar a proteção contra trapaceiros na comunidade de Overwatch nas próximas atualizações. Entretanto, Kaplan manteve alguns segredos sobre o que a equipe de desenvolvimento tem guardado.

“Como sempre, há um grande esforço em anti-fraude”, disse Kaplan. “É do meu interesse e do jogo não discutir os detalhes sobre o anti-fraude em que estamos trabalhando com algumas coisas importantes nas próximas duas atualizações para abordar o assunto.”

Kaplan também elogiou os relatórios da comunidade sobre trapaça e pediu aos jogadores que “por favor continuem enviando” porque “nós realmente amamos sua ajuda contra os trapaceiros”.

Trapacear em Overwatch se tornou um tópico de destaque depois que Brian “Kephrii” St. Pierre acusou outros jogadores no circuito profissional de trapaça após o torneio Breaking Barriers. Outros jogadores e entidades rapidamente se destacaram e, sem dúvida, alguns deles são tão veementes quanto o Departamento de Polícia de Overwatch .

Liderado por Mohamed “Gamerdoc” Al-Sharifi, o PD é um grupo dedicado de anti-fraude que se dedica a espalhar a conscientização sobre o problema, incluindo a própria Blizzard. O grupo de jogadores participou da suposta detecção da Blizzard de fraudes como Xion e Pentagon, o que deu aos usuários uma série de vantagens injustas. Ambos os serviços ofereciam aimbots (miras automáticas), a capacidade de ver os contornos do inimigo e o bloqueio automático de supremos. Usá-los poderia custar até US$ 155 por mês.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pedro Peres no Dot Esports no dia 30 de janeiro.