Legends of Runeterra pode pegar uma boa parte dos novos jogadores de MTG Arena

Pode acontecer um êxodo em massa num futuro próximo.

Captura de tela via Riot Games

Desde o lançamento de MTG Arena, a Wizards of the Coast sempre responde à comunidade de Magic de forma reativa. A Riot Games, por outro lado, assumiu uma postura mais proativa em relação ao lançamento de Legends of Runeterra. Pode ser um dos motivos de alguns jogadores de Magic pularem para LoR em seu lançamento no ano que vem.

Dizer que a comunidade de MTG Arena está frustrada seria pegar leve. Mas não estamos prestando atenção à forma que os novos jogadores respondem ao drama entre a WotC e a comunidade. Os novos jogadores do gratuito Magic Arena querem um jogo de cartas colecionáveis que não os leve à falência, além de ser divertido e cativante.

Há uma lista enorme de reclamações em relação a Magic Arena, mas algumas se destacam para os novos jogadores.

  • Não há opção de lista de amigos;
  • Cartas fortes demais que precisam ser banidas;
  • Menu de navegação ruim;
  • Não existe opção para dispositivos móveis;
  • Foco em esports, que é voltado aos jogadores antigos.

Houve outros problemas predominantes, como o desempenho do jogo. Mas, recentemente, a WotC tomou providências para resolvê-los. E problemas de desempenho são esperados em jogos mais novos.

Entrando bem onde a WotC falhou, a Riot trouxe uma abordagem diferente em relação ao lançamento beta de LoR em 2020. O jogo digital de cartas da Riot terá:

  • Sistema de monetização que não depende de abrir pacotes de cartas (boosters);
  • Navegação fácil;
  • Lista de amigos que permite compartilhar listas de cartas dentro e fora do jogo;
  • A possibilidade de enfraquecer cartas fortes demais em vez de bani-las;
  • Desenvolvido antes para mobile e depois para PC;
  • Abordagem orgânica em relação a esports, não forçada.

Agora, a Riot levou seu interesse na comunidade ainda mais longe com o anúncio do Developer Challenge. A Riot está perguntando à comunidade dos jogos de cartas colecionáveis o que ela quer ver em LoR, algo que não foi feito antes.

O Developer Challenge dá aos novos desenvolvedores da comunidade de games uma chance de brilhar e adiciona um aspecto único a LoR que não pode ser visto em outros jogos de cartas. Também mostra aos novos jogadores que LoR será voltado a eles e não a jogadores antigos.

As primeiras avaliações de LoR foram, em maioria, positivas, mas ainda há muito a ser feito. O jogo, porém, já capturou a atenção de vários grandes streamers de Magic e Hearthstone. E se os criadores de conteúdo estão interessados, os novos e antigos jogadores também vão estar.

A Riot também não vai apressar o lançamento de LoR. A desenvolvedora prefere ir com calma e resolver os problemas que poderiam tirar o interesse de novos jogadores, o que a WotC poderia ter levado em conta ao fazer o MTG Arena.

Artigo publicado originalmente em inglês por Danny Forster no Dot Esports no dia 05 de novembro.