Jogadores de Pokémon Go criam abaixo-assinado contra o fim de elementos à distância

Muitos fãs não ficaram contentes com as mudanças.

Imagem via Niantic

Alguns fãs de Pokémon Go estão usando abaixo-assinados para expressar sua decepção com a nova leva de mudanças anunciadas pela Niantic, segundo o IGN.

Essas mudanças, anunciadas em 21 de junho e planejadas para 1º de julho, buscam promover o jogo presencial à medida que a pandemia de COVID-19 é controlada em algumas partes do mundo. Mas a pandemia ainda é um problema sério e várias regiões do mundo ainda não conseguiram controlar a situação.

“Isso fará com que fique mais difícil acessar certas áreas, incentivando aglomerações”, diz um abaixo-assinado de Justin Westfall, que tem mais de 19.000 assinaturas. “Mesmo que haja progresso na vacinação, não há motivo para parar de incentivar que as pessoas mantenham distâncias seguras. Essa decisão só piora o jogo para todos.”

Outro abaixo-assinado menor criado por Gabriele Russo traz vários bons argumentos sobre as mudanças.

“Conheço pessoas que ficaram muito gratas pelo aumento no alcance de interação”, diz Russo. “Pessoas com deficiências físicas passaram a interagir com PokéParadas e Ginásios aos quais não tinham acesso antes. O aumento na eficácia do Incenso também melhorou muito as coisas. Agora, as pessoas que estavam jogando mais por causa desses bônus especiais não poderão mais ou não vão mais querer jogar. E menos jogadores = menos dinheiro para a Niantic, então tirar os bônus seria uma decisão ruim tanto do ponto de vista moral quanto do financeiro.”

A Niantic também anunciou que implementaria novos bônus de exploração “para recompensar os que saíssem mais de casa para jogar nos próximos meses, incluindo bônus ao girar discos de PokéParadas, fazer reides presenciais e outros passos”.

O novo alcance para PokéParadas e Ginásios foi criado para que as pessoas pudessem continuar jogando Pokémon Go em 2020, mesmo em quarentena. As mudanças, no entanto, foram tão bem-recebidas que muitos ainda não estão prontos para se despedir delas.

Artigo publicado originalmente em inglês por Scott Duwe no Dot Esports no dia 23 de junho.