Dia Comunitário de Pokémon Go voltará a ter 3 horas a pedido dos jogadores, diz diretor do jogo

Os Dias Comunitários de Pokémon Go vão voltar a ter a mesma duração de antes da pandemia.

Imagem via Niantic

O Dia Comunitário de abril de Pokémon Go, com Stufful, trará um novo Pokémon e sua versão brilhante. Mas a Niantic ainda deve diminuir o número de horas nas quais será possível encontrar a nova espécie, revertendo a duração do evento para as três horas que tinha antes da pandemia.

A comunidade já se pronunciou sobre uma mudança parecida em um dos maiores itens do jogo, o Incenso. Recentemente, ele foi revertido para a forma que tinha antes da pandemia, o que significa encontrar um Pokémon a cada cinco minutos, não mais a cada 30 segundos. Com essa mudança, os desenvolvedores também aumentaram o período em que o Incenso fica ativo. Mas os jogadores não ficaram felizes com o enfraquecimento de uma das partes mais importantes do jogo.

Agora, os Dias Comunitários vão voltar a durar três horas, como era originalmente, e a Niantic disse ao Dot Esports que isso foi algo que os jogadores pediram.

“Na verdade, um dos motivos de reavaliarmos o formato do Dia Comunitário foi que os treinadores pediram para reverter a duração para três horas”, disse Michael Steranka, diretor de jogo de Pokémon Go. “Depois que vimos isso, fomos olhar nossos dados e constatamos que menos de 5% dos jogadores ficava mais que as três horas originais no Dia Comunitário.”

Steranka espera que os jogadores não julguem as mudanças antes de o evento acontecer e que eles se juntem nesse período mais curto, em vez de jogar sem ver nenhum outro treinador durante o evento.

“No caso dos treinadores que ainda não participaram de um evento presencial de Pokémon Go nem aproveitaram um Dia Comunitário com outros treinadores de suas regiões, espero que eles esperem até o dia 23 de abril para julgar as mudanças”, disse Steranka. “Aposto que ter uma comunidade de verdade ao nosso lado no Dia Comunitário fará com que o evento seja muito mais divertido.”

A Niantic parece estar decidida quanto aos objetivos originais do jogo, que são exploração, exercício e interação social.

“Se ficar claro que uma mudança como essa afeta negativamente os objetivos, nós reavaliamos com um time interdisciplinar e pensamos em um plano para corrigir os problemas”, explica Steranka. “A grande maioria das mudanças feitas a Pokémon Go nos últimos dois anos veio para ficar: encontros diários, tarefas de pesquisa diárias, balões da Equipe GO Rocket, remoção dos requisitos de caminhada na Liga de Batalha, aumento no raio de interação de PokéParadas e Ginásios, por aí vai.”

Steranka também acrescenta que os desenvolvedores pretendem trazer mais melhorias à experiência dos jogadores, mas ainda não estão prontos para revelar os detalhes dessas melhorias. No entanto, elas devem enfatizar o aspecto “comunitário” do Dia Comunitário.

“Treinadores de longa data se lembram que a melhor parte dos Dias Comunitários era sair e realmente encontrar a sua comunidade local — não só contar quantos brilhantes você capturou no evento”, disse Steranka. “Nosso objetivo aqui é juntar as comunidades de novo.”

Entre os motivos de os fãs demonstrarem insatisfação com essas mudanças, o principal é que a pandemia de COVID-19 ainda não acabou. Muitos treinadores acreditam que a Niantic esteja considerando que a pandemia já acabou, mesmo que ela continue sendo um problema de saúde pública em todo o mundo, especialmente quando se incentiva que as pessoas se reúnam em grandes grupos.

O Dia Comunitário de abril acontece entre as 14h e as 17h locais de 23 de abril e traz pela primeira vez Stufful e sua versão brilhante ao jogo. Também haverá bônus inéditos para jogadores que jogarem juntos, como um bônus de jogada em grupo que concede benefícios ao capturar certo número de Pokémon perto de uma única PokéParada.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jessica Scharnagle no Dot Esports no dia 23 de março.