Hasbro leva processo da Edição Mítica da Guerra da Centelha ao tribunal federal

A Hasbro tem até 10 de julho para responder.

Imagem via Hasbro eBay Magic: The Gathering

Depois de negar que tivesse responsabilidade pelos pedidos cancelados e vendas a mais da Edição Mítica de A Guerra da Centelha de Magic: The Gathering, a Hasbro moveu o processo de um tribunal estadual para um federal.

A Wizards of the Coast e a Hasbro ainda estão lidando com a treta da Edição Mítica, que aconteceu em 1 de maio. Um processo foi movido pela firma Werner Wetherington de Atlanta em nome dos milhares de clientes com pedidos de Magic: The Gathering cancelados pela Hasbro.

O objetivo do processo é reparação para os clientes que receberam uma “confirmação da compra” da caixa da Edição Mítica da Guerra da Centelha e tiveram seus pedidos cancelados. Só 12.000 unidades foram feitas, mas mais de 30.000 foram vendidas por causa de uma falha técnica.

A Wizards of the Coast reembolsou os compradores das caixas que foram vendidas a mais, mas vários ainda estão atrás de compensação pelos custos de envio, que não foram, inicialmente, devolvidos. A Hasbro, junto com o eBay, também envious aos clientes que tiveram seus pedidos cancelados cartas holográficas Raras e Míticas de A Guerra da Centelha e cartões-presente de 20 dólares no eBay.

Segundo a Hasbro, em um depoimento fornecido por Matt Wetherington (advogado da firma Werner Wetherington) em um tópico no Reddit, a empresa não pode ser culpada pelos pedidos cancelados porque o problema estava fora do alcance e controle da Hasbro. Eles também culpam o eBay e uma terceira parte pela falha técnica.

“Devido a falhas técnicas entre o eBay e uma terceira parte, provedora de serviços de controle de inventário, que estavam totalmente fora do controle da Hasbro”, disse a Hasbro nos documentos do tribunal, de acordo com Wetherington.

Wetherington diz que a Hasbro deve tentar retirar a queixa da Werner Wetherington agora que moveu o caso do tribunal estadual para o federal. A Hasbro tem até 10 de julho para responder.

Artigo publicado originalmente por Danny Forster em inglês no Dot Esports no dia 13 de junho.