Amaz é desclassificado do Grand Prix de Magic em Las Vegas

O drama continua em Las Vegas.

Imagem via Wizards of the Coast Magic: The Gathering

O streamer e jogador profissional de Hearthstone e Magic: The Gathering Jason “Amaz” Chan foi desclassificado por causa de uma ofensa fora de jogo no Grand Prix (GP) de Magic em Las Vegas.

Segundo Amaz, ele decidiu cortar caminho pela área de jogo em direção a sua 15ª rodada logo depois de uma derrota que o impedia de terminar o GP de Las Vegas entre os oito primeiros colocados.

Amaz foi parado por um juiz (Eric Kubo), que pediu que ele fizesse o caminho mais longo. Ignorando o juiz, ele tentou continuar no mesmo caminho, supostamente esbarrando em Kubo, que parou Amaz e questionou por que o tinha empurrado.

“Percebendo meu erro, me desculpei e falei que iria pelo outro caminho”, Amaz disse. “Quando estava me virando, ele me parou e questionou.”

De acordo com Amaz, Kubo teria dito “quem diabos empurraria alguém assim?” e puxou outro juiz para investigar mais.

Amaz acabou indo jogar a partida da rodada 15 enquanto a investigação rolava, desta vez com o juiz principal. Quando a partida acabou, Amaz foi questionado novamente pelo juiz e por Mashi Scanlan do Channel FireBall (organizadores do MagicFest e do GP de Las Vegas). Depois de ouvir o lado de Amaz da história, o juiz principal resolveu desclassificá-lo do evento por comportamento agressivo.

Amaz admite que errou em tentar passar pela área de jogo, mas também sente que a situação poderia ter sido resolvida quando ele se desculpou.

“Acho de verdade que a situação poderia ter se encerrado depois do pedido de desculpas”, disse Amaz. “Também acho que igualar contato físico a comportamento agressivo é forçar a barra. Depois desse incidente, passei a ter muito medo de encostar acidentalmente em um juiz.”

Do ponto de vista de Amaz, a desclassificação é uma medida muito extrema. Mas há tecnicamente três lados na história: o de Chan, o de Kubo e do juiz principal, e o de quem testemunhou a interação.

Nem a CFB nem a WotC se pronunciaram oficialmente ainda, mas, segundo um usuário do Reddit, a história que Amaz está contando não bate com o que as testemunhas dizem.

“Eu literalmente vi o que ele fez”, o usuário do Reddit explicou. “Fiquei chocado e não acreditei que ele tinha feito aquilo. Não sei se estava pistola ou sei lá, mas ele partiu mesmo pra cima do juiz (que era um cara maior).”

É uma situação em que todos os envolvidos só perdem. Se a WotC escolher não responder, pode cortar relações com Amaz e deixar a comunidade de Magic chateada. E, se a WotC apoiar Amaz, faz com que os juízes e a CFB sejam taxados de incompetentes levando a situação a sério demais.

O MagicFest Las Vegas teve uma boa dose de altos e baixos no final de semana. Do revolucionário evento Command Zone à suposta trapaça do profissional Brian Weissman durante um torneio secundário, muitos fãs de Magic não sabem se devem comemorar ou sentir nojo.

No momento, nem a WotC nem a CFB comentaram sobre a desclassificação de Amaz da MagicFest de Las Vegas nem responderam a seu tweet.

Artigo publicado originalmente por Danny Forster em inglês no Dot Esports no dia 26 de agosto.