Riot diz que está trabalhando em formas de compartilhar estatísticas internas de Legends of Runeterra

Informações completas e confiáveis levam a um meta mais saudável.

Imagem via Riot Games

Para mostrar a diversidade do meta de Legends of Runeterra, a Riot Games está trabalhando em uma forma de compartilhar com a comunidade alguns dados mais preciso que os fornecidos por sites de estatísticas de terceiros.

Diversos sites de estatísticas de terceiros, como Mobalytics e Decks of Runeterra, compartilham dados e estatísticas do meta e dos melhores decks. Mas os dados desses sites são apenas uma pequena porção do que está, de fato, sendo usado, de acordo com Dovagedys, da equipe de desenvolvimento de LoR. Respondendo no Reddit uma publicação que culpava os grandes streamers por moldarem o meta, Dovagedys revelou que os sites de terceiros são “tendenciosos” e “só mostram informações das pessoas que usam esses aplicativos”. Para resolver o problema, a equipe de LoR está trabalhando em uma forma de compartilhar seus dados internos com a comunidade.

“Estamos trabalhando em uma forma de conseguir compartilhar mais dados abertamente com todos”, Dovagedys disse. “Ainda não temos uma previsão de data, mas achamos extremamente importante mostrar a vocês todos os possíveis decks competitivos disponíveis. O número é bem maior que os que esse tipo de site representa no momento.”

Não é culpa dos sites de terceiros que o meta não esteja saudável, nem dos streamers. É mais uma questão de “informações assimétricas” e “desinformação”, segundo Davogedys. A equipe de LoR disse abertamente desde o beta do jogo que deveria haver ao menos 10 ou mais “melhores” decks no meta por vez. Desde o lançamento da Temporada dos Saques, houve mais de 30 decks viáveis de acordo com os dados internos.

“Originalmente, o objetivo era ter 10 decks ou mais”, disse Davogedys. “Ao longo dos últimos meses, vimos o dobro ou triplo desse número. É empolgante para nós quando vemos isso nos dados internos.”

Ainda não existe uma previsão de quando essas informações passariam a ser compartilhadas com a comunidade. Saber que está nos planos para LoR, porém, é bom para a comunidade, já que deve ajudar a criar um ambiente mais saudável no meta quando for lançado.

Artigo publicado originalmente em inglês por Danny Forster no Dot Esports no dia 13 de julho.