Zven perde AMA perfeito, mas Cloud9 amplia seu placar para 8-0 em vitória contra a Evil Geniuses

Saúde os reis da América do Norte.

Foto via Riot Games

Foi outra vitória exemplar para a Cloud9, que estabeleceu seu reinado na América do Norte dominando o placar por um mês. Nesta semana, foi a Evil Geniuses que, como todos os times anteriores, voltou para casa com uma derrota.

O confronto tinha um teor pessoal e era aguardado por muitos espectadores: a Evil Geniuses contratou três membros-chave da C9 antes da temporada, e a C9 foi ridicularizada por alguns fãs pelo que fizeram em resposta. Porém, parece que a C9 encontrou um jeito de revitalizar sua equipe e fez mágica para dominar a liga.

O único ponto negativo da partida para a C9 é que o AMA perfeito de Jesper “Zven” Svenningsen foi perdido quando Daniele “Jiizuke” di Mauro conseguiu eliminá-lo perto do covil do dragão. O AMA de Zven ainda é impressionante, e agora está em 44.

Agora, a C9 é o maior time da LCS, enquanto outras como TSM, Team Liquid e Dignitas tiveram tropeços parecidos durante a temporada. Seu nível de jogo tem sido extremamente consistente, algo que poucas organizações têm a seu favor.

A Evil Geniuses, por outro lado, pode ainda estar com problemas de sinergia. Já faz um mês, mas ainda houve falhas de comunicação ao longo do jogo, incluindo um 2×2 errado na rota do meio com Jiizuke e Dennis “Svenskeren” Johnsen.

Faltando cinco semanas para o fim da temporada, aos fãs só resta esperar que a boa forma do time continue no campeonato e também no MSI, onde os jogadores serão testados contra alguns dos melhores times do mundo.

Falando nisso, os fãs também precisam se perguntar se a Cloud9 pode ou não ser considerada um bom time a nível mundial. Eles parecem bem, mas alguns atribuíram seu sucesso às dificuldades gerais de uma região fraca; se a C9 vencer os últimos duelos e representar bem a LCS no MSI, talvez o resto das dúvidas sejam caladas.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 17 de fevereiro.