Riot testa mudanças a Amumu para que o campeão seja “melhor em MMRs mais altos” na atualização 11.17 do LoL

Essas mudanças — se chegarem aos servidores ativos — darão aos jogadores mais uma oportunidade de avançar nos inimigos com Amumu.

Imagem via Riot Games

A Riot está testando algumas mudanças radicais ao balanceamento de Amumu, que podem ou não aparecer na atualização 11.17 de League of Legends.

O objetivo dessas mudanças é que o campeão funcione “melhor” em MMRs mais altos, segundo o líder de design de jogo Jeevun Sidhu.

Para ajudar com o que Sidhu descreve como uma grande “disparidade de desempenho”, os desenvolvedores decidiram adicionar um segundo avanço ao Lançar Bandagens (Q) de Amumu, tirando poder de “outros lugares”.

As duas cargas do avanço funcionarão como a Armadilha Mecânica Yordle (W) de Caitlyn e a Armadilha Venenosa (R) de Teemo, com um “sistema de munição” com tempo de recarga mais baixo e mais de uma carga, de acordo com Sidhu.

Com essas mudanças — caso sejam implementadas nos servidores ativos —, Amumu terá uma segunda oportunidade de avançar nos inimigos. Para os jogadores em níveis mais baixos, é uma punição menor errar Lançar Bandagens; para os jogadores de níveis mais altos, haverá mais flexibilidade na hora de invadir rotas e começar lutas em equipe.

Nas ranqueadas solo do servidor NA na atualização 11.15, Amumu tinha 54% de vitórias no Prata e 49% de vitórias a partir do Platina, segundo o site de estatísticas de LoL Champion.gg. No Diamante e Mestre, esse número cai para 42% e 17%.

Quanto à cena profissional, ele mal aparece. Nesta fase de ligas como LCS, LEC, LCK e LPL, Amumu ainda não apareceu, de acordo com o Oracle’s Elixir.

As mudanças a Amumu já estão disponíveis para testes no PBE do LoL. Caso esteja tudo certo e o resultado seja aprovado pelos desenvolvedores, elas já podem chegar aos servidores ativos em 25 de agosto.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jerome Heath no Dot Esports no dia 11 de agosto.