Rekkles: “Eu preferiria ver o a Riot atualizando atiradores do que lançando novos”

A superestrela da Fnatic comparou os atiradores mais antigos com a nova geração.

Foto por Michal Konkol via Riot Games

Em uma stream da Twitch hoje, o finalista do League of Legends Worlds e ex-campeão da EU LCS, Rekkles, expressou sua opinião sobre os últimos lançamentos de atiradores.

“Eu preferiria ver o a Riot atualizando atiradores do que lançando novos”, disse o atirador da Fnatic. “Vai ser que nem o que aconteceu com Aphelios e Senna, onde os mais velhos estão tão desatualizados que não são mais jogáveis, e os mais novos são tão atuais que sempre serão jogados … Se eu pudesse jogar de Vayne em todo jogo que eu ia adorar.”

Mais tarde, ele continuou a admitir que, embora os atiradores mais antigos possuam kits interessantes, eles simplesmente não são páreo para os kits mais recentes lançados. Rekkles deu Jhin como exemplo, dizendo que, embora o atirador tenha um kit “insano” e único, ele acredita que jogar de Jhin “não parece jogar League of Legends em 2020″.

A Riot Games tinha alguns limites nos kits lançados no passado, mas os últimos lançamentos de Sett, Senna e Aphelios parecem ter superado isso. Os antigos campeões parecem ficar no passado, pois não conseguem aguentar os designs únicos do presente.

Embora as atualizações diminuam a satisfação de um certo tipo de jogador que adora jogar apenas esse campeão dessa forma, elas são necessárias para trazer de volta certos campeões que perderam o palco nos últimos anos. Nem todas as atualizações são bem-sucedidas, mas é um bom começo entender o que torna um campeão divertido e interativo e construir em cima disso.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cristian Lupasco no Dot Esports no dia 14 de junho.