Prévia de atualização 10.19 do LoL fortalece alguns campeões para diversificar o meta do Mundial

Será que Aphelios vai voltar para o Mundial?

Imagem via Riot Games

O Campeonato Mundial de League of Legends está chegando, e a prévia das notas da atualização 10.19 fortalece alguns campeões que não têm aparecido muito no competitivo.

Mark “Scruffy” Yetter, designer de jogabilidade do LoL, compartilhou uma prévia das possíveis mudanças que os times do Mundial vão encontrar.

Na rota superior, a ultimate de Irelia fica mais forte, e as paredes passam a causar mais dano em níveis mais altos (de 125-275 para 125-375).

Na selva, escolhas menos comuns podem diversificar o meta, e Ivern e Udyr receberão melhorias a, respectivamente, utilidade e dano. O E de Ivern, Semente Engatilhada, concede escudo a um aliado e reduz a velocidade de inimigos próximos dele quando o escudo acaba. A redução de velocidade ficará maior (de 40-60% para 50-70%), para aumentar o potencial do caçador. A onda de chamas da Fênix (R) de Udyr receberá um aumento de dano, tanto no dano base quanto no crescimento com base em Poder de Habilidade (de 50-275 (+60% de PdH) para 50-325 (+70% de PdH)).

A rota do meio pode ficar movimentada, já que Ahri terá acesso mais frequente a seu Fogo de Raposa (W), cujo tempo de recarga (de 10-6 para 9-5) e custo de mana (de 55 para 40) serão reduzidos. Mas a possibilidade de lidar com ela também vai aumentar. O tempo de recarga da ultimate de Sylas, Usurpar, será reduzido nos níveis mais altos (de 100-60 para 100-40), consolidando o campeão como boa escolha contra campeões com ultimates globais, como Galio e Twisted Fate.

O meta da rota inferior, que talvez tenha as mudanças mais voláteis, terá o possível retorno de atiradores mais tradicionais. A passiva de Sivir, que aumenta sua velocidade de movimento (de 30-50 para 35-55) ao causar dano a um campeão inimigo, será fortalecida, criando mais potencial para boas jogadas, enquanto Vayne e Aphelios passam a causar mais dano bruto. No caso de Aphelios, que apareceu pouco depois de vários enfraquecimentos seguidos, um aumento no crescimento de dano de ataque por nível (de 2 para 2,4) pode ser o necessário para que ele dê as caras no Mundial. E a ultimate de Vayne, Hora Final, aumenta ainda mais seu dano de ataque (de 25-55 para 35-65), o que pode garantir que ela se destaque no meio da utilidade do meta atual, com atiradores como Ashe e Senna.

A atualização pode mudar tudo no meta, com várias melhorias a atiradores. Além disso, aumentar a utilidade de outras rotas pode ajudar os atiradores a carregarem o jogo, com maior suporte do resto do time. No fim, as alterações ainda são provisórias, mas podem deixar as coisas emocionantes para o Mundial, que começa em 25 de setembro.

Artigo publicado originalmente em inglês por Carolyn Zou no Dot Esports no dia 08 de setembro.