Na Turquia, evento do Orgulho da Riot não menciona orgulho e se chama “Festival das Cores”

Segundo a Riot turca, o evento "celebra o Festival das Cores com a comunidade".

Imagem via Riot Games

A Riot Games anunciou o início da temporada de Orgulho, em celebração e apoio aos jogadores e comunidades LGBTQIA+ de todos os jogos da empresa. É um ótimo evento, com vários ícones coloridos, cartas de jogador e outras novidades entre League of LegendsVALORANTLegends of Runeterra e Teamfight Tactics.

Mas alguns jogadores da comunidade de LoL perceberam que no anúncio da Riot turca o evento não menciona orgulho e não diz nada sobre a comunidade LGBTQIA+. Em vez disso, a página chama o evento de Festival das Cores, que estaria sendo realizado para “celebrar as diferentes cores da primavera”.

Muitas pessoas se preocuparam com a possível censura do movimento no país, especialmente devido aos posicionamentos anteriores do governo turco em relação à comunidade LGBTQIA+.

Em dezembro do ano passado, por exemplo, segundo a BBC da Turquia, órgãos reguladores de propagandas anunciaram que produtos com temática LGBTQIA+ e de arco-íris vendidos online deveriam ser vendidos como apropriados para maiores de 18 anos. A justificativa seria de que a exposição a esses produtos “pode afetar o desenvolvimento infantil de forma negativa”. A classificação indicativa atual de League of Legends é de 12 anos de idade.

Jogadores turcos também compartilharam capturas de tela da resposta da Riot turca a suas reclamações sobre a mudança de nome do evento. Todos os funcionários da Riot local responderam de forma parecida, dizendo que o nome e o ícone foram escolhidos por tradutores profissionais e decididos completamente por eles.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 18 de maio.