LEC encerra parceria com NEOM após reação da comunidade

O anúncio foi feito ontem.

Foto via Riot Games

Durante a maior parte do dia, vários talentos da LEC e fãs do LoL condenaram a decisão da LEC de fazer parceria com NEOM, um desenvolvimento da Arábia Saudita. Pouco mais de 14 horas após o anúncio, no entanto, a LEC encerrou sua parceria com NEOM.

Alberto Guerrero, diretor de esports da EMEA, disse em um comunicado curto que “se moveu rápido demais para consolidar essa parceria e causou brechas na própria comunidade que procuramos crescer”.

“Como empresa e como liga, sabemos que é importante reconhecer quando cometemos erros e trabalhar rapidamente para corrigi-los”, disse Guerrero. “Após uma reflexão mais aprofundada, enquanto permanecemos firmemente comprometidos com todos os nossos jogadores e fãs em todo o mundo, incluindo aqueles que vivem na Arábia Saudita e no Oriente Médio, a LEC encerrou sua parceria com NEOM, com efeito imediato.”

Depois que a LEC anunciou a parceria mais cedo, os apresentadores e analistas da LEC twittaram que estavam decepcionados ou frustrados com a decisão da liga de fazer parceria com NEOM. Muitos fãs também disseram que a parceria contradiz o apoio da LEC à comunidade LGBTQ, principalmente porque a foto do perfil no Twitter da liga apresenta seu logotipo com as cores da bandeira do arco-íris.

NEOM é uma cidade planejada na região noroeste da Arábia Saudita, que fará fronteira com Egito, Israel e Jordânia, de acordo com seu site. Ela opera em nome do governo da Arábia Saudita, que proíbe atividades sexuais e casamento entre pessoas de mesmo gênero, entre outras proibições.

O BLAST Premier, organizador de torneios de CS:GO, também anunciou ontem uma parceria com NEOM.


Siga-nos no YouTube para obter mais notícias e análises sobre esports.

Artigo publicado originalmente em inglês por Preston Byers no Dot Esports no dia 29 de julho.