Lee Sin está pedindo por um enfraquecimento

Não existe meta ruim para o Monge Cego.

Imagem via Riot Games

Lee Sin é um dos campeões mais habilidosos que League of Legends tem para oferecer. Ele sempre foi a escolha mais popular, independentemente do meta, e talvez seja hora de ele receber alguns enfraquecimentos.

O Monge Cego é um dos campeões mais versáteis do jogo, capaz de adaptar suas runas, itens e jogabilidade com base na composição que está enfrentando. Esse aspecto adaptativo é importante em um meta com muitas escolhas flexíveis em que as composições das equipes podem distorcer para ser completamente diferente do que você espera.

No momento, Lee Sin tem uma taxa de vitória de 49% e taxa de escolha de 31%, de acordo com os dados do op.gg. O segundo caçador mais popular é o Jarvan, com uma taxa de escolha de 16%, menos do dobro da taxa de escolha de Lee Sin. O único campeão mais popular que Lee Sin é Ezreal, que possui uma taxa de escolha de 36%, de acordo com o op.gg.

Os jogadores de League são conhecidos por amar campeões habilidosos como Katarina, Riven, Yasuo, Vayne e Lee Sin. Esses campeões permitem que você treine sua mecânica, que é uma das principais razões pelas quais eles atraem uma parte tão grande da comunidade. Todo mundo quer ser como Faker e jogar sozinho, mesmo que a capacidade de um jogador de jogar dessa maneira tenha sido reduzida. Alguns jogadores gostam de fazer jogadas chamativas ao vencer um jogo e Lee Sin é um dos melhores campeões para isso, você sempre pode fazer uma jogada chamativa, mesmo que custo o jogo.

Embora o dano de Lee Sin possa ser reduzido, a parte mais forte desse campeão que lhe permite ser uma ameaça não está no seu dano. Aqui está o que a Riot poderia fazer para reduzir esses aspectos fortes do campeão e tornar Lee Sin mais saudável para o jogo.

Por que Lee Sin é tão popular?

Você provavelmente já ouviu falar do inSec. É uma combinação em que um jogador de Lee Sin mergulha no time inimigo, usa um salto em sentinela e flash para chutar um campeão para seu próprio time para que ele seja rapidamente aniquilado. Esse tipo de combinação mantém os jogadores intrigados e gera jogadas chamativas em lutas de equipe, onde um chute pode decidir o resultado.

A maioria dos fãs de League já ouviu falar do inSec. Ele foi um dos primeiros jogadores de Lee Sin, que inventou o combo Q-salto de sentinela-flash-R. Lee Sin foi um dos primeiros campeões a cunhar um nome de combo. É conhecido até hoje, mesmo nascendo na terceira temporada do League.

Além disso, Lee Sin tem um dos combos de dano mais alto no início do jogo, o que permite facilmente que um jogador experiente assuma o controle de uma partida. Seu acesso antecipado a seis habilidades no nível três faz dele um dos campeões mais fortes no início da partida.

Desde a sétima temporada, Lee Sin recebeu vários fortalecimentos em seu kit, permitindo que ele permaneça no mesmo nível dos campeões mais novos lançados no Rift. À medida que o streaming se torna mais popular, ver seu jogador favorito fazer esses combos brilhantes o motiva a conquistar o campeão também.

É justo com os outros caçadores?

Enquanto a maioria dos caçadores é abordada rapidamente se estiver fora de controle, Lee Sin foi ignorado nas últimas atualizações, mesmo sendo o caçador mais popular na fila profissional e solo. Ele define o meta da selva e mantém certos campeões afastados devido às suas capacidades de movimento, punindo os campeões sem mobilidade que tentam entrar no meta.

O caçador da Riot parece ter ocupado um lugar sempre verde no meta da selva e provavelmente nunca o abandonará. Ele tem sido o caçador mais popular desde o seu lançamento e foi surpreendido brevemente por Master Yi durante uma temporada.

Nível de habilidade de Lee Sin vs. teto de habilidade

O nível de habilidade preciso para jogar bem de Lee Sin é realmente muito menor do que algumas pessoas fazem parecer. Ele costumava ser considerado um dos campeões de maior dificuldade, mas com um pouco de prática, os jogadores de League parecem pegá-lo facilmente e ter um bom desempenho. O teto de habilidades de Lee Sin também é bastante alto, mas mesmo alguém que não o alcançou pode afetar significativamente os jogos sem muito problema.

Lee Sin já foi um campeão que só foi usado por quem praticou muito. Mas agora, ele é uma escolha comum de todos os caçadores. Sua expressão de habilidade desapareceu conforme mais pessoas pegaram o combo inSec. Agora é uma ocorrência extremamente comum em jogos em todas as categorias.

Enfraquecimentos justos

Uma parte forte do jogo inicial de Lee Sin, que passa despercebida, é o roubo de vida e vampirismo mágico concedido pela segunda parte de seu W. Enquanto um enfraquecimento de dano de habilidade ou dano de ataque pode atrasá-lo, fazer com que ele cause menos dano no início e tornar mais difícil sua limpeza da selva, removendo o roubo de vida do W, o tornaria mais justo, pois ele não seria capaz de fazer uma limpeza completa sem ajuda e depois emboscar com vida cheia. 

Sem tanto roubo de vida, Lee Sin teria que voltar à base depois de limpar a selva ou de uma emboscada mal sucedida em vez de simplesmente voltar para a selva, usar o W e curar a vida toda em pouco tempo.

Outra direção para um potencial enfraquecimento poderia ser o objetivo de reduzir a energia obtida com sua passiva e remover a redução de recarga ao proteger um aliado, o bônus de compensação dado após a remoção da Pedra da Visão do jogo.

Conclusões

Lee Sin é um dos únicos campeões remanescentes que recompensa os jogadores que investem tempo em dominá-lo. A diferença entre um Lee Sin divino e um bom Lee Sin pode ser facilmente vista.

Levando isso em consideração, a popular taxa de escolha de Lee Sin, combinada com sua alta taxa de vitórias, deve colocá-lo em alerta para os enfraquecimentos. Ele está removendo campeões sem mobilidade do meta antes que eles entrem, devido à sua capacidade de atingir o nível seis relativamente incólume e sair com um inSec por trás da sua selva.

A Riot precisa prestar atenção ao poder de seu amado caçador e reduzí-lo de forma a nivelar o jogo para outros campeões.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cristian Lupasco no Dot Esports no dia 08 de abril.