Doublelift defende companheiros de equipe depois da saída da Liquid do Mundial

Jensen e Impact receberam duras críticas pela derrota da Liquid.

Foto via Riot Games

A Team Liquid não conseguiu se classificar para a fase eliminatória do Campeonato Mundial de League of Legends 2019. Mas Yiliang “Doublelift” Peng, atirador da Liquid, rapidamente defendeu seus companheiros de equipe das críticas que estavam recebendo pela eliminação na fase de grupos do Mundial.

Muitas das críticas à Liquid se concentraram nos jogadores Jeong “Impact” Eon-yeong, da rota do topo, e Nicolaj Jensen, da rota do meio, segundo Doublelift, que publicou uma resposta em vídeo no Twitter. Ele discorda, porém, dos fãs que só criticam Impact e Jensen.

“Sinto que Jensen e Impact receberam grande parte da culpa, mas eu odeio isso e acho que pode ser nocivo para um time”, disse Doublelift. “Quando eu estava na TSM, gostaria que meus companheiros de equipe tivessem me defendido. Então sinto que eu devo defender meus companheiros de equipe quando eles são atacados injustamente e dizer que todos nós erramos muito em vários jogos.”

A Liquid enfrentou muita pressão no último dia da fase de grupos. Eles eram a última esperança da América do Norte, já que os outros dois times da região (Clutch Gaming e Cloud9) já tinham sido eliminados.

As esperanças da Liquid de avançar foram extintas, porém, quando eles perderam para a Invictus Gaming, atual campeã. Essa derrota foi seguida de críticas duras, que levou a Jensen e Impact se desculparem com os fãs.

“Acho que somos uma equipe forte que consegue vencer qualquer um, e é por isso que doeu tanto”, disse Doublelift. “Não conseguimos mostrar isso.”

Isso marca o quarto ano seguido em que Doublelift não se classifica para a fase eliminatória do Mundial por apenas uma partida. Também é o quinto ano seguido em que o primeiro colocado da América do Norte não passou da fase de grupos do Mundial.

O Mundial 2019 continua no sábado, 26 de outubro, com as quartas-de-final entre Griffin e Invictus às 7h, horário de Brasília.

Artigo publicado originalmente por Eva Martinello em inglês no Dot Esports no dia 21 de outubro.