Campeões do topo agora causam mais dano nas lutas em equipe, conseguem mais abates e conseguem derrubar a primeira torre mais vezes, diz Riot

Parece que os fortalecimentos deram resultados.

Imagem via Riot Games

Os jogadores do topo podem finalmente estar no centro das atenções.

O diretor de jogo do League of Legends, Andrei “Meddler” van Roon, explicou que as mudanças feitas para aumentar o impacto e a preferência da rota topo estão funcionando conforme o esperado, de acordo com a publicação de hoje do blog de desenvolvimento. A posição se tornou mais popular e os jogadores do topo parecem ter mais participação no resultado de uma partida.

“Vimos que o topo se tornou a rota em que as primeiras torres caem, mais danos causados pelos jogadores do topo nas lutas de equipes, mais abates pelos jogadores do topo, etc.”, disse o diretor do jogo. 

Além do maior impacto que a rota topo tem nos jogos, sua preferência entre a comunidade agora é de “médio para cima”, de acordo com Meddler. E como o papel da rota topo melhorou em ambas as áreas, impacto e preferência, a Riot decidiu adiar novos fortalecimentos para a rota topo.

A Riot vem explorando maneiras diferentes de melhorar o impacto da rota topo há mais de um mês. Depois que a empresa descobriu que a rota topo tinha pouco impacto no resultado de um jogo, especialmente em partidas de alto nível e em jogos profissionais, algo teve que ser feito.

Uma das principais maneiras de melhorar a rota topo foi aumentando a quantidade de ouro concedida por barricadas, além de diminuir a quantidade de dano que os campeões de longo alcance causam nas torres. Isso deu mais poder aos ataques corpo a corpo, que obtêm uma vantagem mesmo que estejam enfrentando oponentes de longo alcance.

Agora que a rota topo está estabilizada, talvez os atiradores possam receber algum amor.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 27 de março.