BrTT critica falta de amistosos no MSI 2021

Parece que a PaiN Gaming não pôde treinar muito no MSI 2021.

Foto via Riot Games

Felipe “brTT” Gonçalves, atirador da paiN Gaming, criticou os times internacionais por, supostamente, não quererem jogar amistosos de treino (conhecidos como “scrims”) com os times brasileiros no Mid-Season Invitational 2021 e nos Mundiais.

A lenda do LoL brasileiro comentou isso uma semana após a eliminação da paiN na primeira etapa do MSI 2021, na qual venceram duas partidas e perderam quatro. O placar foi o mesmo que a paiN conseguiu no MSI 2015, o melhor resultado já obtido por um time brasileiro em competições internacionais.

“[É] incrível como os times da gringa entrosam nas redes sociais para ganhar mídia”, brTT comenta. Ele acrescenta que, apesar disso, quando se trata de marcar amistosos contra os times brasileiros no Mundial e MSI, “não rola” nunca. Após alguns comentários negativos dos fãs, o atirador também criticou aqueles que defenderam o comportamento dos times internacionais.

BrTT não foi o único jogador da paiN a reclamar dessa possível falta de oportunidades de treinar com outros times no MSI 2021. Em uma entrevista ao Mais Esports em 7 de maio, o caçador Marcos “Cariok” Santos de Oliveira disse que a paiN só tinha conseguido treinar com times de regiões menores e houve até um dia em que eles não chegaram a treinar com ninguém.

A falta de treino contra os times internacionais é um problema apontado com frequência na cena profissional brasileira de League of Legends. Muitos analistas dizem que é por isso que nossa região não evolui e costuma ter resultados decepcionantes em eventos internacionais como o MSI e o Mundial.

A fase hexagonal do MSI 2021 termina hoje. Só a DAMWON Gaming e a Royal Never Give Up garantiram vagas na fase eliminatória sem precisar de desempate, mas os outros dois times serão decididos hoje.

Artigo publicado originalmente em inglês por Leonardo Biazzi no Dot Esports no dia 18 de maio.