ZeRo bani a si mesmo de eventos de Smash após alegações de má conduta sexual com menores

O ex-profissional admitiu acusações de comportamento predatório com meninas menores de idade.

Captura de tela via ZeRo

O jogador e streamer aposentado de Super Smash Bros., Gonzalo “ZeRo” Barrios, disse que está impondo um banimento vitalício a si mesmo de participar de futuros torneios de Smash depois de responder a alegações de má conduta sexual. Essas alegações incluem enviar mensagens a uma suposta garota de 14 anos de maneira sexual e que ele começou a namorar sua atual namorada quando ela tinha 15 anos e ele 20.

https://twitter.com/zerowondering/status/1279219168303181829?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1279219168303181829%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fdotesports.com%2Ffgc%2Fnews%2Fzero-self-imposes-ban-from-smash-events-after-allegations-of-sexual-misconduct-with-minors

Após alegações de Jacqueline “Jisu” Choe, que alegou que Barrios estava exibindo a ela “anúncios explícitos no Craigslist de trabalhadoras de sexo e hentai” enquanto moravam juntos, Barrios também foi acusado por uma mulher anônima chamada ‘Katie’ de que ele havia enviado mensagens de maneira sexualmente sugestiva quando ela tinha 14 anos e ele 19. Além disso, ela disse que ele a pediu para “se masturbar com gelo e tirar fotos” durante uma troca de mensagens.

Katie disse que depois que começou a enviar mensagens para o Barrios no Skype em setembro de 2014, ele a chamou de vários apelidos, incluindo “honey” (mel) e “all mine”(toda minha), enquanto flertava com frequência. Ela também disse que ele se referia a ela como seu “segredo” e que ela não podia contar a ninguém sobre suas conversas. Katie, que diz ter deixado a cena do Smash, afirma que os meses que passou conversando com Barrios a “assombram” há anos.

“Eu me culpei. Admito que fiquei extremamente entusiasmada em nossas conversas porque fiquei encantada com o fato de estar conversando com um dos melhores jogadores”, disse Katie. “Eu te idolatrei e você usou isso em sua vantagem, mas como eu era tão ingênua, me considerei responsável por anos e pensei que minha experiência seria inválida por causa de minhas ações.”

Nas acusações originais de Jisu, ela alegou que a namorada de Barrios tinha 15 anos quando ela e Barrios começaram a namorar. Barrios, no entanto, disse que isso era “100% falso” e há apenas dois anos de diferença entre ele e sua namorada. Ele também alegou que eles não tiveram nenhuma “interação sexual até os 18 anos dela quando nos tornamos mais sérios sobre o relacionamento”.

Barrios originalmente divulgou um comunicado falando apenas de seu relacionamento com as outras pessoas acusadas na comunidade devido à demanda de sua base de fãs pedindo suas respostas. Isso incluiu conversas de D’Ron “D1” Maingrette, Richard “Keitaro” King e Nairoby “Nairo” Quezada.

Jisu, uma artista que tem muita história na comunidade de Smash, respondeu a essa afirmação dizendo que Barrios havia mostrado seus “anúncios explícitos no Craigslist de trabalhadoras do sexo e hentai” e a perseguia constantemente enquanto moravam juntos e ela tinha 15 anos.

Após a declaração de Jisu e a resposta inicial de Barrios, os jogadores de Melee William “Leffen” Hjelte e Cody “iBDW” Schwab saíram em apoio a ela, com Schwab explicando a história de Jisu com abuso e manipulação sexual na comunidade. 

Leffen disse que ele foi procurado por Jisu para oferecer conselhos sobre como lidar com as alegações dela e também compartilhou sua primeira experiência alegada com Barrios da Apex 2013, que também envolvia imagens de anime obscenas.

“O ZeRo e alguns outros jogadores de Smash japoneses chegaram até onde estávamos alojados com muitos outros jogadores e jogamos”, disse Leffen. “Eu não conversei com eles, mas a certa altura alguém trouxe um laptop e Zero e um ou dois jogadores japoneses sentaram no meu saco de dormir, um deles abraçou meu travesseiro e eles começaram a mostrar fotos muito explícitas de suas waifus favoritos de Anime.”

Barrios confirmou mais tarde que a interação aconteceu, mas disse que “não se lembra de mostrar algo terrível ou extremamente explícito”. Mais tarde, Leffen forneceu uma coleção de imagens que lhe foram enviadas, mostrando que, embora ZeRo afirmasse que não compartilhava hentai em locais públicos, ele fazia isso frequentemente online. 

Os comentários de Katie também não foram divulgados até depois da resposta inicial de Barrios à situação geral na comunidade de Smash e as alegações de Jisu já terem sido divulgadas. 

Katie escolheu permanecer anônima para minimizar a reação contra ela pela enorme base de fãs do ZeRo, algo que Jisu teve que lidar a partir do momento em que falou contra ele. Jisu observou que ela estava recebendo ameaças de morte em todas as suas contas de mídia social de pessoas que defendiam Barrios e dizendo que ela estava “oportunista”.

O ex-profissional do Smash Bharat “Lima” Chintapall também fez uma declaração, dizendo que Barrios estava “manipulando e cegando” sua audiência dizendo que ele era amigo de Jisu o tempo todo. 

“Mais tarde, na resposta de Zero, ele mostra Jisu INTENCIONALMENTE pedindo ajuda para promover sua arte e publicações”, disse Lima. “Isso me parece tão nojento em particular. Essa garota se opôs a você dizendo que você a deixava desconfortável, e você está implicando com essas capturas de tela selecionadas que escolheu mostrar ao seu público, que você nunca poderia importuná-la.”

Atualização 4 de julho 12h50: Barrios admitiu as alegações de comportamento predatório de Katie. Ele também admitiu ter conversado com outra mulher em 2014 que era menor de idade no momento da troca.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael e Preston Byers no Dot Esports no dia 04 de julho.